Páginas

Mostrando postagens com marcador Bastidores da Câmara Municipal 2018. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Bastidores da Câmara Municipal 2018. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Eleição da mesa diretora da Câmara Municipal de União dos Palmares: 2019 -2020




Nessa quarta feira, 19, os vereadores de União dos Palmares, apos muitas articulações, tendo em vista neutralizar as "forças externas", realizaram a eleição da nova mesa diretora para o biênio 2019 /2020.

Inicialmente as articulações apontavam a vitória de Sandro Jorge, candidato preferido do prefeito, contudo parte da bancada, insatisfeita com o gestor,  ensaiaram um "grito de independência e elegeram Alan Elvis, presidente. Apriori, ficou tudo em casa, pois Elvinho também faz parte da bancada governista, todavia esse gesto foi de encontro ao chefe, que focou desapontado com os subordinados.  

Portanto, o resultado não diz muita coisa, mas dar esperança de que a casa possa no futuro se emancipar. Tomara, o povo precisa se sentir representado.
Chapa eleita (Única)
Presidente: Alan Elvis
Vice presidente: Maria de Bastos
Primeiro Secretário: Cícero Aureliano
Segundo Secretário: Sandro Jorge ( Acordo de Paz)



terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Após dois anos repudiando o executivo, vereadores poderão optar por liberdade do Poder Legislativo de União dos Palmares em 2019

Segunda feira, 17, os vereadores deverão realizar eleição com  voto secreto,  para  escolher a nova mesa diretora para o biênio 2019 - 2020. Kil de Freitas parece ter preferência por Sandro Jorge, mas a ala insatisfeita com o governo poderá ir de encontro ao governo votando em Alan Elvis, Bruno Lopes ou Paulo Neto, declarados na disputa.



Desde as eleições de outubro os vereadores de União dos Palmares tem realizado sessões relâmpago. A falta de pauta, o não cumprimento de obrigações do executivo, a preocupação com a eleição da nova mesa diretora, e/ou a falta de planejamento dos parlamentares, são fatores que poder está contribuindo para isso.

2017 e 2018, foram os anos de repúdios, marcados pela falta de respeito do Poder executivo, a omissão do Poder Legislativo e a falta de pernas do Judiciário. Foram dois anos repudiando as ações do prefeito Kil, hora com todo grupo, hora com a inexperientes oposição, hora com a bancada "independente",  o fato é que no quesito fiscalização,  o Poder Legislativo se omitiu, foram além do repúdio.

Até momento não se sabe quanto custa os serviços da CIGIPE, LUZUP e SIMUP para o município. As denúncias de supostas irregularidades na locação de máquinas e veículos foram rejeitadas pela câmara. Segundo o portal da "transparência" 16 veículos foram adquiridos para a secretaria de saúde, contudo carros locados fazem o serviços dos mesmos.

Portanto, segunda feira, 17, os vereadores deverão realizar eleição com  voto secreto,  para  escolher a nova mesa diretora para o biênio 2019 - 2020. Kil de Freitas parece ter preferência por Sandro Jorge, mas a ala insatisfeita com o governo poderá votar contrário ao "chefe". Tem interesse na disputa: Alan Elvis da bancada "independente", Bruno Lopes  e Paulo Neto, que se mostra o mais preparado para dar o "grito de liberdade da casa", o maior desafio para a nova mesa diretora. Vamos acompanhar se haverá a "emancipação" ou o continuísmo  da escravidão moderna do Poder Legislativo.


sábado, 4 de agosto de 2018

Fim do recesso: Câmara de União volta aos trabalhos nessa segunda feira


Nessa segunda feira, 06, os vereadores de União dos Palmares deverão retornar aos trabalhos, apos três semanas de recesso.





O primeiro semestre legislativo foi encerrado com a discussão e arquivamento  das denuncias do vice prefeito José Alfredo contra o prefeito Areski de Freitas, acerca das supostas irregularidades no processo licitatório de máquinas e serviços. As denuncias foram acatadas por unanimidade, mas a bancada governista não assinou o requerimento que visava a abertura do processo de fiscalização, protegendo assim o gestor, que saiu vitorioso no Poder Legislativo.

Para à comunidade, a sensação que se tem é que o governo faz o que quer e como quer, pois mesmo como 80% de rejeição dos palmarinos, tem o apoio da maioria dos parlamentares. É parlamentar, ou pra lamentar? Pense nisso.

domingo, 1 de julho de 2018

Bancada governista permitirá criação de CEI para apurar as supostas irregularidades do governo ou protegerá o chefe?


Acompanhe a transmissão da sessão ordinária ao vivo pelo facebook/ Nivaldo Marinho,  nessa segunda feira. Ouça e compartilhe.





Nessa segunda feira, 02, realizar-se -á a última sessão ordinária da câmara municipal de União dos Palmares, antes do recesso. O pauta principal da sessão será a aprovação ou não do requerimento de solicitação de criação da Comissão Especial de Inquérito - CEI, que visa fiscalizar as denuncias de supostas irregularidades do governo Areski de Freitas, ofertadas pelo vice José Alfredo.
Até o fechamento dessa matéria, tivemos informação que a oposição não havia   conseguido a adesão outros vereadores, pois para validar o requerimento, é preciso cinco assinaturas, ou seja  1/3  dos vereadores.  A bancada governista, composta por 13 vereadores, deverá se reunir e seguir as orientações do governo, ou não,  a fim de  articular uma estratégia para resolver o problema.

Portanto, logo mais saberemos se as denuncias vão ser apuradas ou engavetadas mais rápido do que imediatamente. A Sessão será transmitida ao vivo pelo facebook/Nivaldo Marinho, acompanhe e compartilhe, pois no mínimo iremos conhecer os vereadores que atendem aos interesse do povo ou do governo.
Fiquem ligado!

terça-feira, 19 de junho de 2018

Relator acata as denuncias de Z A, contra o prefeito KIl


Almir Belo, presidente, e Manoel Messias, membro da comissão, usam os prazos regimentais para se pronunciar favorável ou não. Caso não sigam o relator,  a decisão vai para o plenário.

Vereador Cajú

Nessa segunda feira, 18, o vereador Elton Caju, relator da comissão de legislação e justiça informou em plenário que deu parecer favorável a aceitação das denuncias do vice prefeito José Alfredo e vereador Ricardo Praxedes, ambas denunciam supostas irregularidades do prefeito Areski de Freitas - KIL.

Entenda o caso
No dia 07 de maio, José Alfredo foi ao plenário da câmara e fez sérias denuncias de supostas irregularidades na gestão do prefeito Areski de Freitas, na qual ele é o vice. Segundo o vice prefeito, existem irregularidades na contratação das máquinas e prestação de serviços da empresa Avante. O contrato emergencial com valor de R$1.323.500,00 seria para contratação de 07 carros, 07 motos, 03 caminhonetes, 04 caminhão pipa, 01 caminhão basculante, além de centenas de horas de máquinas pesadas.

Defesa do prefeito Areski de Freitas
No dia 14 de maio, o prefeito Areski de Freitas teve direito de resposta na câmara, negou as denuncias e salientou que se houve irregularidades, o vice prefeito estava junto, não errou sozinho, pois as máquinas locadas a avante pertenciam a José Alfredo, vice prefeito.

A câmara
O vice prefeito quando esteve na câmara, foi sabatinado pelos  vereadores durante 90 minutos, contudo com a presença do prefeito não percebemos o mesmo interesse nos questionamentos, para o gestor só restaram elogios, nem a presença de três carros pipas "invisíveis" chamou a atenção dos parlamentares. Mas os mesmos prometem averiguar todas as denuncias que chegarem a casa.


Parecer da comissão
O relator da comissão de legislação e justiça, acatou as denuncias de do vice prefeito José Alfredo  contra o prefeito KIl. Caberá  agora, Almir Belo, presidente, e Manoel Messias, membro da comissão, se pronunciarem favorável ou não. Caso não sigam o relator,  a decisão segue  para o plenário, daí veremos quem é quem no voto aberto de frente para o povo.

Portanto, agora só resta esperar, estaremos mostrando tudo ao vivo pelo facebook/Nivaldo Marinho. Conheça seu vereador, compartilhe essa idéia.


sábado, 26 de maio de 2018

Vereadora denuncia em audiência pública a falta de ambulância para atender à comunidade palmarina


Presença da secretária, fez lembra a visita do prefeito: Tá tudo "SERTO".  



Nesta quinta feira, 24, Geane Vergeti,  secretária de saúde,  prestou contas de seu primeiros meses de gestão em audiência pública na câmara municipal, que contou apenas com alguns vereadores e servidores da saúde.  Nenhum presidente de associação esteve presente, a falta de divulgação da audiência talvez fora o motivo da não participação, pois fiquei sabendo por acaso, motivo este que só participei de metade da reunião.

Contudo, a secretária usou a parte inicial da audiência para prestar contas de seus trabalhos realizados e divulgar metas futuras. Quando foi facultada a palavra, confesso  que mediante ter chegado atrasado, fiquei acanhado de perguntar acerca das 13 licitações deixado pelo ex-secretário, do uso de combustível  sem controle na secretaria devido ao não funcionamento dos velocímetros dos carros da saúde,  das faltas de exames e médicos no posto referência Zé de Lima, onde frequento, e tantos outros itens não enxergados  pelos participantes.

Mas nem tudo ficou perdido, a vereadora Maria de Tutu questionou a ausência de ambulâncias e a falta de exames referente ao  glaucoma, essas foram as cobranças,  para os demais vereadores presentes, só restaram elogios, me fez lembrar a visita do prefeito na câmara, cobranças zero.

Portanto, mesmo sem a participação efetiva da comunidade, valeu a intenção da secretária em fazer valer a lei orgânica e prestar contas a comunidade, pena que o convite não chegou a quem de fato tinha interesse da realização da audiência pública.

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Psiuuu! Silênciooo! "O preço que se paga para ser bancada do governo"


Foi assim na sessão ordinária, a qual teve a presença do prefeito





Após a  sabatina realizada com o vice prefeito na câmara municipal de União, criou-se uma expectativa acerca da participação do prefeito Areski de Freitas na última sessão, esperava-se que os vereadores usariam da mesma estratégia de sabatina, a fim de dirimirem as dúvidas acerca das denuncias apresentadas pelo vice prefeito,  mas o que vimos e ouvimos, foi totalmente diferente.

  1. O prefeito se defendeu acusando o vice de participação direta nas supostas irregularidades, ou seja, se for para fazer justiça, os dois estão errados e enrolados, contudo,  mediante o exposto, apenas os vereadores Ricardo Praxedes  e Cajú questionaram o prefeito, para os demais só restaram votos de parabéns, se omitindo das perguntinhas cabulosas, preservando o gestor de de possíveis constrangimento


Algumas dúvidas não esclarecidas e não questionadas...
Como se contrata em regime de emergência uma empresa de transporte que não tem um bicicleta sem se verificar a capacidade da realização dos serviços contratados?
Qual a razão que a emprese mesmo com o final do contrato, continuaria prestando os serviços sem receber?
Quanto custou o contrato das oito motos, quem são os proprietários, qual os serviços  prestados?
Quanto aos 04 carros pipas, se a seca predominou na cidade, por que 03 carros na zona rural, quais as rotas, quais as comunidades assistidas, qual a quilometragem, qual o valor, placa dos carros...
Pois é, ninguém teve dúvida, pois era o prefeito que estava na câmara, ladeado de toda cúpula governistas, ninguém queria ofender o patrão ao vivo, pois é dele o poder da caneta, sobretudo daquela que demite.


terça-feira, 15 de maio de 2018

O QUE PODEMOS TIRAR DAS JUSTIFICATIVAS O PREFEITO KIL NA CÂMARA DE UNIÃO DOS PALMARES

Por Paulo Sarmento
Texto e foto: Paulo Sarmento. 


Sei que a maioria das pessoas prefere não acompanhar de perto a vida política de nossa Cidade, mas como me importo bastante com os rumos de nosso Município, fui assistir de perto a sabatina.

Duas pessoas me chamaram atenção, uma foi o prefeito Kil que mostrou um grande jogo de cintura e a frieza de um verdadeiro psicopata. A outra pessoa foi o Vereador Ricardo Praxedes, pois, na minha opinião, foi o único que fez o papel de vereador fazendo perguntas pertinentes e mostrou bastante maturidade, se mantendo calmo, quando o prefeito tentou mudar de assunto o acusando de ter desviado recursos públicos.

Para mim, através das perguntas feitas pelo vereador Ricardo Praxedes, mesmo com o prefeito mudando de assunto e não esclarecendo nada, algumas coisas ficaram claras:

1 - o prefeito contratou uma empresa emergencialmente sem essa empresa ter capacidade para a prestação dos serviços. O prefeito tentou justificar dizendo que licitação é concorrência de preço e até ironizou o Vereador dizendo que ele tinha que se informar mais, mas parece que quem tem que estudar mais é o prefeito, pois em toda licitação se é verificado o preço e também a capacidade da empresa em prestar os serviços, então eu pergunto: como eles contratam uma empresa EMERGENCIALMENTE, se nem os carros para suprir a emergência eles tinham?

2 - após o fim do prazo emergencial a empresa continuou prestando os serviços e segundo ele a empresa não recebeu nada e que iriam entrar na justiça para cobrar. Para quem caiu na justificativa do prefeito que tentou ludibriar a população com sua resposta, eu explico: isso é fraude a licitação! Prestação de serviço sem licitação é fraude a licitação. O Prefeito tentou justificar, mas cabe a prefeitura fiscalizar e caberia a ela parar com as atividades da empresa e providenciar a licitação. Afinal a empresa para prestar os serviços, alguém da prefeitura tinha que dar a ordem. E agora vem com essa que a empresa prestou o serviço e vai cobrar na justiça. Pra cima de mim??? Alguém acreditou nisso???

3 - o prefeito para justificar a falta de carros da empresa contratada, disse que uma vez foi contratado para um emprego que precisava de carro e comprou o carro só no outro dia. Piada né?? É chamar o povo de idiota! Prefeito uma coisa é um emprego seu, outra coisa é dinheiro PÚBLICO. Numa emergencial é obrigatório a comprovação do menor preço e da capacidade da empresa para suportar a emergência do município. Fora que a empresa supostamente comprou mais de um milhão em carros no outro dia, o dono da empresa que vendeu nem lembrava disso e as assinaturas não possuíam reconhecimento de firma! Esquema puro.... fraude... roubo!!!

Quase que eu peço o microfone pra perguntar se o prefeito ta achando alguém com cara de idiota. Mas confesso, ele é frio e calculista e deve ter enganado muita gente com aquele discurso!

Depois de tanta mentira eu vou ali comer um espetinho de charque!
Texto e foto: Paulo Sarmento. 

sexta-feira, 11 de maio de 2018

Após ouvir o vice prefeito, câmara de União ouvirá o prefeito Kil nessa segunda feira


Câmara deverá criar comissão especial, a fim de averiguar as denuncias  oferecidas por Z A.


Z A e Kil: Fim da união por conveniência
Após ouvir o vice prefeito Zé Alfredo, a câmara municipal de União dos Palmares deverá ceder direito de resposta ao prefeito Areski de Freitas nessa segunda feira, 14.


Sessão...
Na ultima sessão ordinária, Z A protocolou  e externou várias denúncias contra de supostas irregularidades do governo municipal. De forma clara e serena, Zé Alfredo fez uso da palavra, surpreendendo aos presentes, sobretudo aqueles que esperavam um discurso ofensivo e desequilibrado.

As denuncias...
Contratos irregulares de  máquinas fantasmas, aquisição de combustível, pagamento de um milhão e trezentos a Paulinho Som, foi o principal alvo das denuncias. Segundo Z A, o município dispõe 04 carro pipa, jamais vistos na cidade, além de máquinas que nunca rodaram e recebem 18 mil/mês cada. Disse que nunca recebeu um centavo pelos trabalhos de suas máquinas, esses eram gratuitos.

Reação dos vereadores...
Todos os vereadores presente, exceto Rafael Pedrosa, ouviram atentamente e prometeram apurar as denuncias oferecida pelo vice prefeito, lamentaram o fato, mas se for preciso criarão uma comissão especial para apurar as supostas irregularidades.

O prefeito Areski de Freitas, se antecipou e solicitou direito de resposta na câmara para a próxima sessão, dia 14, que contará com a presença do vice, mas no plenário apenas assistindo.

Em breve contaremos novas cenas dessa novela que não vale a pena ver de novo.





segunda-feira, 7 de maio de 2018

Após duas tentativas sem êxito, vice prefeito deverá se pronunciar hoje à noite na câmara municipal


José Alfredo deverá externar suas mágoas, os vícios do governo e as supostas irregularidades...


José Cícero e José Alfredo em sessão sem quórum         Foto: A Tenório



Nessa segunda feira, 07, José Alfredo, vice prefeito de União, deverá se pronunciar em sessão ordinária na câmara municipal. Após duas tentativas, sem êxito, ele promete soltar o verbo e fazer uma "delação não premiada" acerca dos 16 meses de gestão Kil x ZA.

Na primeira tentativa, nove dos vereadores não compareceram tornando a sessão sem quórum, há quem diga que foi uma "ordem do prefeito", na semana seguinte o presidente Jailson decretou ponto facultativo daí  moçada de mandado não compareceram ao plenário José Correia Viana, contudo espera-se que logo mais a câmara esteja lotada de vereadores e de curiosos que na maioria não sabe nem o motivo de sua presença.

Essa semana o prefeito Kil deu mais um recado ao vice, quando contratou José da Silva Marques - (Djwh-lyng Maeic-kqou), o único "assessor de imprensa" de ZA, que outrora foi abandonado por ambos na gestão.  Kil  deu  "cala boca" e conseguiu mais um agregado que servia ao vice.

Quanto as denuncias, espera-se que o vice prefeito vá munido de provas e além de gritar para o mundo, protocole as mesmas na câmara municipal, a fim de que os parlamentares possam averiguar as supostas irregularidades, todavia caberá ao presidente acatar ou não, pois isso poderá pesar na credibilidade do Poder Legislativo, que tem deixado a desejar no quesito fiscalização. Será um oportunidade de conhecermos de fato quem é representante do povo ou do governo.

Quem viver, verá!





segunda-feira, 23 de abril de 2018

55ª sessão ordinária é adiada por falta de quórum

A sessão teria a presença do vice prefeito, agora  "oposição"



O vice prefeito José Alfredo solicitou espaço na tribuna para denunciar possíveis irregularidades da gestão[...].

Compareceram na sessão apenas os vereadores Ailton Tenório, Maria de Tutu, Netinho, Elvinho,  Ricardo Praxedes e Jailsom Vicente. ( Cajú chegou apos o presidente encerrar a sessão)