Páginas

quarta-feira, 28 de julho de 2021

Relatório do vereador Paulo Neto acerca de irregularidades no SAAE serviu apenas para tentar inviabilizar a candidatura do ex-diretor Wellington

 

Vereador Paulo Neto (PROS - AL)

Neto Cavalcante pede exoneração de toda diretoria do SAAE

O vereador Paulo Neto Cavalcante (PROS-AL), leu seu relatório como presidente da CEI (Comissão Especial de Investigação) da Câmara, que investiga as contas do SAAE de União dos Palmares.

O parlamentar apontou diversas irregularidades nas contas da autarquia e fez graves acusações contra o diretor da autarquia, o senhor Wellington Ferreira.

Após 82 dias analisando todos os documentos da contabilidade da autarquia, o presidente finalizou sua fala, recomendando ao prefeito Areski Freitas, a exoneração de Wellington Ferreira e de toda a cúpula da diretoria.

 

As acusações

Excesso de gastos com publicidade

Segundo o vereador, o SAAE gastou cerca de R$86 mil com publicidade e propaganda. O valor seria gasto para a auto-promoção do diretor, que planeja disputar a próxima eleição em 2020.

 

Nepotismo

Neto Cavalcante disse haver encontrado indícios que revelaram que Wellington Ferreira nomeou vários parentes em importantes cargos comissionados, com altos salários na autarquia.

 

Farra da alimentação

Cerca de R$91 mil foram gastos em alimentação, sendo que todos os funcionários recebem vale alimentação. Com isso, o presidente da Comissão apontou que o gasto era totalmente desnecessário.

 

Dificuldade na informação

O Portal da Transparência é de difícil compreensão, o que acaba dificultando o acesso por parte de pessoas leigas.

 

Locação de maquinas

Um dos dados mais assustadores apresentados pelo parlamentar foi o gasto de R$1 milhão com locação de máquinas e caminhão limpa-fossa.

 

Fonte: https://www.br104.com.br/uniao-dos-palmares/pulso-firme-neto-cavalcante-pede-exoneracao-de-toda-diretoria-do-saae/ matéria publicada em 02/12/2019

 


terça-feira, 27 de julho de 2021

Falta de quórum, compromisso, falta... Mais uma Sessão da Câmara de União é cancelada.

 

Se o regimento interno tivesse valor e os vereadores os respeitassem,
seriam descontados 5.400,00  
 mediante a falta de nove parlamentares (art.68)

25 de julho de 2021

Início: 19h30minh

Presidida por Sandro Jorge

Vereadores presentes:

·                     Manoel Messias (PSD)

·                     Sandro Jorge (MDB)

·                     Manoel Balbino – Dé (PSD) -

·                     Leonardo (SOLIDARIEDADE)

·                     Marcos Filho (CIDADANIA)

·                      Milton do Complementar (PROS)

Vereadores Faltosos:

·                     Almir Belarmino (MDB)

·                     Wellington Ferreira (PROS)

·                     Givanildo Gomes da Silva (Nenzinha) (PSL)

·                     Macarrão da Barra (PSL)

·                     Ricardo (PTB) -

·                     Manoel da Silva – Preguinho

·                     Jailson Vicente (MDB)

·                     Givanildo Vicente - THOR (PTB)

·                     Neto Cavalcanti (PSD)

Justificativa das faltas: zero

Desconto por falta: 5.400

Desconto por falta acumulado: 39.600,00

 

20h: Sessão suspendida por falta de quórum


quarta-feira, 21 de julho de 2021

Sessão Ordinária da Câmara Municipal de União dos Palmares Sessão 21/2021

 


19 de julho de 2021

Início: 19h30minh

Presidida por Sandro Jorge

Vereadores presentes:

  • Givanildo Gomes da Silva (Nenzinha) (PSL)
  • Manoel Messias (PSD)
  • Sandro Jorge (MDB)
  • Neto Cavalcanti (PSD)
  • Manoel Balbino – Dé (PSD) -
  • Leonardo (SOLIDARIEDADE)
  • Jailson Vicente (MDB)
  • Givanildo Vicente - THOR (PTB)
  • Marcos Filho (CIDADANIA)

·         Macarrão da Barra (PSL)

·         Ricardo (PTB) -

  • Manoel da Silva - Preguinho

 

Vereadores Faltosos:

  • Milton do Complementar (PROS)
  • Almir Belarmino (MDB)
  • Wellington Ferreira (PROS)

 

Justificativa das faltas:

Desconto por falta: 2.700

Desconto por falta acumulado: 34.200,00

 

Ata: aprovada sem discussão

 

Expediente da semana:  

Oficio de Sandro Jorge agradecendo ao LUZUP a iluminação do sitio cavaco;

 

Emenda modificativa 02/2021 ao Projeto de Lei 06/2021 do Poder executivo que dispõe sobre o programa de retomada econômica; (vereador Paulo Neto

 Altera o parágrafo 3º:   A adesão ao Programa REFIS deverá ser efetuada até ao dia 30/12/21;  (PRORROGADO)  

Emenda supressiva 01/2021 ao Projeto de Lei 06/2021 do Poder executivo que dispõe sobre o programa de retomada econômica; (comissão de legislação e justiça)

Fica suprimido o parágrafo 4º que dispõe sobre honorários de advogados acrescidos em dívidas ativas;

Projeto de Lei 06/2021 do Poder executivo que dispõe sobre o programa de retomada econômica - REFIS (aprovado )

 

 

Ordem do dia

Requerimento do Manoel Messias para o secretário do meio ambiente SEINFRA solicitando a recuperação da Avenida Esperança do bairro Padre Donald, pois os proprietários de veículos não conseguem si quer tirar o carro da garagem.

 

Facultada a palavra

Nenzinha agradece ao prefeito Kil e a Bruno Menezes por iluminar alguns postes na BR 104;

Término da sessão: 20h


sábado, 17 de julho de 2021

Transparência: União recebe mais recursos a fim de pavimentar e drenar acesso a Serra da Barriga.

 


Olá Nivaldo José Vieira Marinho,

Você está recebendo esta mensagem porque se cadastrou no Portal da Transparência para receber informações sobre liberações de recursos dos convênios de um município específico. O objetivo da divulgação desses dados é ampliar a transparência pública e estimular a participação e o controle social.

Os convênios do município UNIÃO DOS PALMARES/AL que receberam liberações estão relacionados abaixo:

--------------------------------------------------------------------------------

Número Convênio: 20460/2014

Objeto: Pavimentação e Drenagem do Acesso a Serra da Barriga - 1a Etapa.

Órgão Superior: Ministério do Turismo

Convenente: MUNICIPIO DE UNIAO DOS PALMARES

Valor Total: 1.950.000,00

Data da Última Liberação: 23/06/2021

Valor da Última Liberação: 192.373,35

--------------------------------------------------------------------------------

Atenciosamente,

Equipe do Portal da Transparência - CGU

http://www.portaldatransparencia.gov.br


Onde e como está sendo aplicados esses recurssos? Cadê a transparência?

Com a resposta Poder executivo, Legislativo e MP.

quarta-feira, 14 de julho de 2021

Problema de Gestão

Sem comentários...


Sessão Ordinária da Câmara Municipal de União dos Palmares Sessão 20/2021

 



12 de julho de 2021

Início: 19h30minh

Presidida por Sandro Jorge

Vereadores presentes:

  • Givanildo Gomes da Silva (Nenzinha) (PSL)
  • Manoel Messias (PSD)
  • Sandro Jorge (MDB)
  • Neto Cavalcanti (PSD)
  • Manoel Balbino – Dé (PSD) -
  • Milton do Complementar (PROS)
  • Leonardo (SOLIDARIEDADE)
  • Wellington Ferreira (PROS)
  • Jailson Vicente (MDB)
  • Almir Belarmino (MDB)


Vereadores Faltosos:

  • Givanildo Vicente - THOR (PTB)
  • Marcos Filho (CIDADANIA)
  • Macarrão da Barra (PSL)
  • Ricardo (PTB) -
  • Manoel da Silva - Preguinho

Justificativa das faltas: transito de Maceió

Desconto por falta: 4.500

Desconto por falta acumulado: 31.500,00

 

Ata: aprovada sem discussão

Expediente da semana:  

Projeto de lei 07/2021 do vereador Paulo Neto que dispões sobre o controle de zoonólises (gatos e cachorros) no município;

 

Ordem do dia

Requerimento do vereador Paulo Neto para o secretário do meio ambiente solicitando a fiscalização de área verde no conjunto nova esperança que está sendo desmatada. O espaço seria destinado à construção de uma UPA e creche.

Diz que vai fiscalizar presidente de associação que virou sem teto;

Nenzinha diz que tem um compromisso de outrora com o prefeito, a fim de desapropriar uma área para acomodar os sem teto.

  

Facultada a palavra

Antonio – Representante dos feirantes

Diz que foram surpreendidos com a informação do prefeito de retirar a feira da segunda feira sem justificativa, não há comunicação com a categoria;

Fala da importância da feira como fonte de emprego e renda

Cita que se tirar a feira da segunda irá quebrar os feirantes e comercio;

Vereadores criam comissão para falar com o prefeito e dizem que apóiam os feirantes e reiteram que todos foram feirantes;

 

Término da sessão: 21h40min. 

sábado, 10 de julho de 2021

O QUE PODEMOS TIRAR DAS JUSTIFICATIVAS O PREFEITO KIL NA CÂMARA DE UNIÃO DOS PALMARES

Por Paulo Sarmento
Texto e foto: Paulo Sarmento. 


Sei que a maioria das pessoas prefere não acompanhar de perto a vida política de nossa Cidade, mas como me importo bastante com os rumos de nosso Município, fui assistir de perto a sabatina.

Duas pessoas me chamaram atenção, uma foi o prefeito Kil que mostrou um grande jogo de cintura e a frieza de um verdadeiro psicopata. A outra pessoa foi o Vereador Ricardo Praxedes, pois, na minha opinião, foi o único que fez o papel de vereador fazendo perguntas pertinentes e mostrou bastante maturidade, se mantendo calmo, quando o prefeito tentou mudar de assunto o acusando de ter desviado recursos públicos.

Para mim, através das perguntas feitas pelo vereador Ricardo Praxedes, mesmo com o prefeito mudando de assunto e não esclarecendo nada, algumas coisas ficaram claras:

1 - o prefeito contratou uma empresa emergencialmente sem essa empresa ter capacidade para a prestação dos serviços. O prefeito tentou justificar dizendo que licitação é concorrência de preço e até ironizou o Vereador dizendo que ele tinha que se informar mais, mas parece que quem tem que estudar mais é o prefeito, pois em toda licitação se é verificado o preço e também a capacidade da empresa em prestar os serviços, então eu pergunto: como eles contratam uma empresa EMERGENCIALMENTE, se nem os carros para suprir a emergência eles tinham?

2 - após o fim do prazo emergencial a empresa continuou prestando os serviços e segundo ele a empresa não recebeu nada e que iriam entrar na justiça para cobrar. Para quem caiu na justificativa do prefeito que tentou ludibriar a população com sua resposta, eu explico: isso é fraude a licitação! Prestação de serviço sem licitação é fraude a licitação. O Prefeito tentou justificar, mas cabe a prefeitura fiscalizar e caberia a ela parar com as atividades da empresa e providenciar a licitação. Afinal a empresa para prestar os serviços, alguém da prefeitura tinha que dar a ordem. E agora vem com essa que a empresa prestou o serviço e vai cobrar na justiça. Pra cima de mim??? Alguém acreditou nisso???

3 - o prefeito para justificar a falta de carros da empresa contratada, disse que uma vez foi contratado para um emprego que precisava de carro e comprou o carro só no outro dia. Piada né?? É chamar o povo de idiota! Prefeito uma coisa é um emprego seu, outra coisa é dinheiro PÚBLICO. Numa emergencial é obrigatório a comprovação do menor preço e da capacidade da empresa para suportar a emergência do município. Fora que a empresa supostamente comprou mais de um milhão em carros no outro dia, o dono da empresa que vendeu nem lembrava disso e as assinaturas não possuíam reconhecimento de firma! Esquema puro.... fraude... roubo!!!

Quase que eu peço o microfone pra perguntar se o prefeito ta achando alguém com cara de idiota. Mas confesso, ele é frio e calculista e deve ter enganado muita gente com aquele discurso!

Depois de tanta mentira eu vou ali comer um espetinho de charque!
Texto e foto: Paulo Sarmento. 

TEXTO PUBLICADO EM 15 DE MAIO DE 2018, APÓS QUATRO ANOS, O QUE AVANÇOU NAS PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS DO GOVERNO KIL? 

quarta-feira, 7 de julho de 2021

TODAS AS PROVAS DO ENEM COMENTADAS


 PROVA DO ENEM COMENTADA

 Crique e baixe todas as provas do ENEM comentadas

Bons estudos! Prof. Nivaldo Marinho

Artigos relacionados

Sessão Ordinária da Câmara Municipal de União dos Palmares Sessão 19/2021

 


05 de julho de 2021

Início: 19h30minh

Presidida por Sandro Jorge

Vereadores presentes:

  • Givanildo Vicente - THOR (PTB)
  • Givanildo Gomes da Silva
  • Nenzinha (PSL)
  • Manoel Messias (PSD)
  • Marcos Filho (CIDADANIA)
  • Sandro Jorge (MDB)
  • Neto Cavalcanti (PSD)

·         Macarrão da Barra (PSL)

  • Almir Belarmino (MDB)

·         Ricardo (PTB) -

  • Manoel Balbino – Dé (PSD) -
  • Milton do Complementar (PROS)
  • Leonardo (SOLIDARIEDADE)
  • Wellington Ferreira (PROS)
  • Jailson Vicente (MDB)


Vereadores Faltosos:

Justificativa das faltas:

Desconto por falta:

Desconto por falta acumulado: 27.000,00

 

Ata: aprovada sem discussão

 

Expediente da semana:  

Projeto de lei – emenda aditiva do vereador Manoel Messias que altera o projeto de lei 02/2021 referente alteração da lei do SAAE 401/1969 que autoriza o convenio com a cobrança da taxa de lixo;

- FICA FIXADO AOS MUNCÍCIPES O DESCONTO DE 50% PARA QUEM PRATICAR A COLETA SELETIVA

Projeto de lei 02/2021 do Poder Executivo que altera alteração da lei do SAAE 401/1969 que autoriza o convenio com a cobrança da taxa de lixo; (APROVADO com 14 votos) [25:50 disc].

Projeto de lei do Poder Executivo 05/2021 que altera o dispositivo da lei 1164/2004 que institui o conselho municipal da juventude e tomam outras providencias; (APROVADO com 14 votos)

Projeto de lei do Poder Executivo 08/2021 que altera o dispositivo da lei 1373/2019 que reformula o conselho municipal de turismo e tomam outras providencias; (APROVADO com 14 votos)

 

Ordem do dia (NADA APRESENTADO)

 

Facultada a palavra

Milton do complementar

Denuncia “uma pessoa do meio deles” que ativou o aplicativo (uber) que está sendo usado para fazer uso de transporte no município;

Dé Fala da necessidade de investimentos na associação e criar o próprio aplicativo;

Manoel Preguinho fala da necessidade de melhorar o atendimento;

Sandro Jorge

Diz que solicitou do prefeito que a feira volte ao normal, todos os dias, que o prefeito não colocou empecilho;

Término da sessão: 20h30min.

 

domingo, 4 de julho de 2021

O único título




A narrativa de Lucas, demasiadamente conhecida, é impressionante. O filho, que pedira antecipação da herança, dissipou tudo, ficou sem nada, resolveu voltar e o pai deu um banquete por esse regresso, enfrentando a cólera do irmão mais velho, que havia ficado todo o tempo com ele e nunca tivera festa igual.

Pensemos no filho pródigo não no final de sua desventura, quando voltou, e foi abraçado pelo pai, apesar das censuras do irmão. Pensemos nele enquanto estava longe. Quando usou a herança e a dissipou entre as vaidades do mundo e caiu na miséria, na tristeza e na solidão. Como se sentia ele, no íntimo, quando estava no fundo do poço? O que pensava, como a si mesmo se via?

Lá está ele, longe de tudo, longe de casa, longe da segurança e da fartura da família, longe do aconchego. O que ele tem? Não tem mais nada, gastou tudo, estragou, dissipou, desperdiçou. Só lhe restam lembranças. De fato, ele só tem a consciência de que é filho do pai. É seu único bem, seu único título, seu único valor. Não tem boas ações a exibir, não tem vitórias, êxitos, glórias a mostrar. Não tem mais patrimônio, não tem bens, não tem nada. A única coisa que tem é a certeza de que é filho. Pode ser que o pai não o receba, não o reconheça, não reconstitua sua posição – e ele, de fato, não merece. E, sinceramente, nem imagina isso, não sonha com isso. Quer, regressando, ficar apenas como empregado na casa do pai, e isso não estará errado – está na linha do que ele veio aprontando, e ele está conformado com esse destino. Ao decidir voltar, não pode ter certeza de nada, nenhuma esperança. Não pode esperar ser bem acolhido, não se pode imaginar de novo no velho convívio. Apenas volta – e volta mais do que humilde, volta humilhado. Volta envergonhado, volta despedaçado. Muito mais do que arrependido, volta arrasado, destroçado, aniquilado. Mas volta porque é filho, embora confesse sinceramente saber que “já não sou digno de ser chamado teu filho”; dentro de si mesmo, está reconhecendo: “teu filho que não merece nada, não merece teu perdão, nem tua generosidade, nem tua acolhida, nem sequer teu nome”. Pede para ser tratado apenas como um empregado do pai, um dos mercenários dele.

No fundo, o único título que ele tem é o de ser filho daquele pai. É por isto que pede para ficar como empregado, não por conta de sua competência ou de suas habilidades. É por conta de sua condição de filho que pede o emprego. No fim de contas, é assim que se apresenta, com este único título. E o que não diz, mas está subentendido, é que, como filho, ama o pai.

E o pai – contra talvez a justiça, contra talvez a boa ordem, contra talvez a correta retribuição das coisas (como o filho fiel, o mais velho, dirá, reclamando) – o abraça, não apenas porque é generoso mas porque está sumamente feliz. E os dois intensamente choram. Choram de dor e de felicidade.

(Pode ser que este seja o único título com que muitos de nós nos apresentaremos um dia diante d'Ele: o de sermos seus filhos).

*      José Luiz Delgado
Professor de Direito da UFPE
*      Fonte: Diário de Pernambuco