Páginas

Mostrando postagens com marcador Eleições 2012. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Eleições 2012. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

DE DOMINGO AGORA A OITO É DIA DE ELEIÇÃO



De domingo agora a oito
É dia de eleição
É dia do pleiteante
Do fundo do coração
Perguntar: o que desejas?
A quem tem de louça um caco
De terra só tem nas unhas
E mora de inquilino
Numa casa de botão

De domingo agora a oito
É dia "arreganha-cofre"
É de ajudar os que sofrem
É dia do estende a mão
E se agarrar com farrapos
De mastigar vinte sapos
E não ter indigestão
É dia de expor na fala
Que bem conhece o riscado
Ninguém come mais insosso
Ninguém bebe mais salgado


De domingo agora a oito
Não relampeja e nem chove
É o dia que nos comove
É o grande dia "D"
Agora, o dia "fuD"
Vai ser de domingo à nove

Composição: Jessier Quirino

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

A eleição não acabou em União dos Palmares

A “briga” continua nos tribunais e   nas famílias, a derrota ainda não foi assimilada para quem detinha cargos importantes na prefeitura






Nessa quinta feira, 26, fui pego de surpresa com uma indagação do ex-gerente da Cigipe _ União dos Palmares, Marcos Lobo. Ao passar pela Rua Hermano Plec (local onde resido) e perceber a algumas lâmpadas apagadas me perguntou o que eu estava achando da iluminação pública, daí respondi de forma espontânea “o novo gerente da Cigipe, que não conheço, mas está relapso igual a você”.

A eleição acabou, mas os derrotados nas urnas que vivem em detrimento de apadrinhamento político não se acostumaram com a idéia. Moçada vira a página, se perderam agora, prepara o time para próxima partida, o que não dá é viver se lamentando, torcendo e/ou jogando contra o município.

Segundo o vereador Fabian Holanda em discurso na 27ª sessão ordinária, tem “alguém” ligado ao governador brecando as ações que beneficiariam o município para não favorecer politicamente o prefeito Beto Baia. Se a informação for verídica, trata se de uma ação medíocre, pobre e mesquinha.

Em nosso município nós temos um deputado estadual com dois mandatos, um ex-governador que diz ter grande influência no Estado, nas cidades vizinha temos deputados federais e até o presidente do senado. Todos dizem que amam União, porém seus amores parecem não ser correspondido, pois as ações não chegam a nossa comunidade, só as declarações em forma de promessas.

Portanto, é necessário cobrarmos, exigirmos direitos individuais e coletivos de quem quer que seja o gestor, pois todos que foram eleitos até hoje, deveriam servir verdadeiramente ao povo. 

Pense Nisso. 

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Começam as cobranças pela galinha dos ovos de ouro

Internauta divulgou o que todo mundo já sabia






Nota de esclarecimento n-001-----venho através do face agradecer o reconhecimento do atual prefeito beto baia e equipe pelo o que eles vem cumprindo com a minha pessoa , pois toda população palmarina sabe o que fiz por essas pessoas mais poucos homens honra com o que cumpre que não estar sendo o caso do beto baia , 4 meses já se foi e nada do combinado , gestão um pouco tumultuada , greves, pessoas que nada fizeram na equipe trabalhando . O que contribui na campanha aluguel 2 carros de som , 1 moto , fiz 1mini trio , 1 Kombi de som , disponibilizei 2 quadriciculo com som e 1 gol com som , além de aluguel de 1 palio, 10 seguranças , hospedagem em hotéis , todo combustíveis desses transportes e salários dos motoristas ...e muito mais que não posso expor agora mais em breve irei entregar a impressa palmarina e alagoana tudo detalhado pra vê se bate com a prestação de contas aprovada por dr Igo , que foi mais ou menos uns 150, 000,00(cento e cinqüenta mil reais) — com João Paulo Farias e outras 45 pessoas.
com João Paulo Farias eoutras 45 pessoas. Parte superior do formulário

NOTA: ESTA É UMA PUBLICAÇÃO ORIGINAL DO PERFIL DO FACEBOOK

Agora só resta o pronunciamento do empresário, do Prefeito Baia e se necessário de Dr. Igor.
“É lamentável”

terça-feira, 9 de outubro de 2012

ELEIÇÕES 2012: EM BANANAL INTERIOR DE SÃO PAULO A ELEIÇÃO TERMINOU EMPATADA

Legislação eleitoral prevê que, nestes casos, o candidato mais velho assuma o cargo

A disputa para o cargo de prefeito no município de Bananal, no interior de São Paulo, terminou empatada. A escolha entre dois candidatos, que tiveram exatos 1.849 votos cada, foi decidida pela idade.
Mirian Bruno, do PV, e Peleco, do PSDB, obtiveram 28,54% dos votos cada. A legislação eleitoral prevê que, nestes casos, o candidato mais velho assuma o cargo, o que elegeu Mirian Bruno, de 62 anos. Peleco tem 48 anos de idade.

Apenas um voto de diferença

Essa situação quase se repetiu em duas cidades de Pernambuco: Correntes e Exu. A vantagem de apenas um único voto, no entanto, elegeu seus respectivos prefeitos.
Em Correntes, Edimilson da Bahia de Lima Gomes (PSB) obteve 4.621 votos, contra 4.620 de Nivaldo Lúcio de Oliveira Júnior (PR). Já em Exu, o candidato do PTB, Léo Saraiva, obteve 10.023 votos, contra 10.022 de Jailson Bento, do PSB
Fonte: http://opiniaoenoticia.com.br/brasil/veja-a-cidade-onde-a-eleicao-terminou-empatada/

PULA, PULA, PULA, PULA SEM PARAR

Há um ditado popular que diz que  a vida é como uma roda gigante, nessa eleição pudemos perceber  um pouco dessas teorias.  A disputa polarizada em nossa cidade nos fez regredir no sentido político e cultural, revivendo o período dos governistas versos anarquistas ou “cara preta”.  Dezenas de famílias se desentenderam  em defesa de seus candidatos.
Outro fato que marcou nessas eleições foram as articulações políticas que culminaram com o “pula pula”  de candidatos e “ativistas políticos” que não fizeram segredos das negociações de compras e vendas de apóio político, dando origem as amizades de  conveniências, as traições e as covardias de quem tem sede de poder político e econômico.
A campanha polarizada favorece esse tipo de comportamento, quem apostou na vitória considerada como certa da chapa governista, pulou a porteira na certeza de ser acolhido pela “galinha dos ovos de ouro”, a pressa foi tanta que deixaram para traz o currículo, as ideologias, os compromissos firmados  e a credibilidade. A comunidade palmarina assistiu a tudo em silêncio, esperando para pular, após as 17h do dia sete de outubro, dia que será marcado pela quebra das correntes que impediu a décadas o desenvolvimento de União dos Palmares.
Infelizmente a política é um jogo de interesses e não se admire meu povo se em janeiro todos que pularam estiverem de volta com a cara lisa no lado de cá.
O povo elegeu um novo prefeito  com a esperança de que esse modelo político possa acabar, está na suas mãos prefeito Beto, União tem que avançar.


segunda-feira, 8 de outubro de 2012

BETO BAIA VENCE AS ELEIÇÕES EM UNIÃO E QUEBRA UM CICLO DE 40 ANOS DE MANO


Beto Baia, prefeito eleito (foto JPFarias)

Ontem os palmarinos deram um não ao modelo político proposto pela atual gestão fundamentada e apoiada pelo ex-governador Manoel Gomes de Barros.
De nada adiantou as pressões e gastos com a campanha milionária, o povo estava em silêncio, e resolveu dar a resposta nas urnas.
O prefeito Areski de Freitas pecou em cada fala, quanto mais falava mais se enrolava deixando o povo revoltado com  cada declaração do seu discurso de laranja.  Para alguns cientistas políticos o ele pouco contribui para a campanha de seu sucessor Manoel Gomes. As gravações usadas pela oposição tiveram influências diretas  no descarte do governo, foram declarações bombásticas jamais vistas em uma gestão.
Está comprovado que quando o povo quer mudar não tem jeito, daí a opção foi eleger Beto Baia prefeito.
Só resta agora desejar sorte ao candidato eleito, esperamos que a população seja  tratada de forma igual e que a mesma possa acompanhar e cobrar dos vereadores e prefeito eleito.
Aos demais candidatos, bola pra frente, a vida continua. Vamos ser vigilantes  e fiscais do governo.
d

domingo, 7 de outubro de 2012

A REGRESSÃO POLÍTICA E CULTURAL DA TERRA DE ZUMBI



A polarização das candidaturas entre Beto e Mano, lembra o tempo de ARENA e MDB, onde famílias se intrigavam e os opositores  eram chamados de “cara preta”


Falta opção...
Guia eleitoral...
Esta semana o guia eleitoral do candidato Beto Baia surpreendeu aos ouvintes com depoimentos do ex-prefeito Afrânio Vergette e de sua esposa Dona Cristina. Segundo o casal, Beto Baia tem o apoio  dos pilares da família Vergette, indo de encontro ao apoio firmado a Manoel Gomes por  Jú e Jaiminho, os mesmos  adesivaram seus automóveis com  anuncio de  apoio da  família Vergette. 
Famílias de dividem...
Fato semelhante ocorreu com a família Pedrosa que tem Eduardo como candidato a vice-prefeito na chapa de Beto Baia e a viúva de seu irmão Zé Pedrosa juntamente com seus filhos apóiam o candidato Mano. 

Os caras pretas...

Estas brigas se estendem por toda a cidade, algumas pessoas que não aderiram à campanha do ex-governador estão sendo chamadas de “cara preta” regredindo aos tempos da ditadura. Vivemos um momento de retrocesso no cenário político e cultural de nossa história, é triste e preocupante assistir crianças, jovens e adultos em desentendimento, por tomarem para si, as brigas encenadas nos palanques por  políticos profissionais que não sabem fazer outra coisa, senão intrigas.  

A verdade é que temos uma fatia considerável de analfabetos políticos que são incapazes de assimilar que as discussões tem que serem efetuadas   no campo das idéias.

 Regressão política e cultural...
Familias divididas
Percebemos que essas questões deveriam ser mais discutidas nas escolas, porém as gestões democráticas estão muito aquém da desejada, observa-se que ainda existe profissionais escravizados, o concurso não foi o suficiente para libertar-los, pois existem aqueles que ainda seguem obedientes as práticas das  coordenadorias e secretarias que se acham no direito de  “orientar” os candidatos  a serem seguidos. Lamentávelmente ainda existem pessoas que não conseguem se emancipar, e vivem como pássaros, "engaiolados e cantando para alegrar seus donos" 

SE AS ELEIÇÕES FOSSE HOJE 71% DOS LEITORES NÃO VOTARIAM EM MANO


EM QUEM VOCÊ NÃO VOTARIA, NEM QUE FOSSE CANDIDATO ÚNICO A PREFEITO DE UNIÃO?
BETO BAIA
  69 (29%)

MANOEL GOMES DE BARROS
  171 (71%)



Votos até o momento: 240
Enquete encerrada
Esta enquete é um levantamento de opinião que não utiliza método científico, não tem controle de amostra e depende da participação espontânea dos interessados. Ela, portanto, não configura uma pesquisa eleitoral.
 clique aqui para ver a enquete

UMA BOMBINHA NÃO DÓI? O IRAQUE É MESMO AQUI? SOBRE CORONELISMO POLÍTICO E OUTRAS AMEAÇAS



Se palmarino fosse, tenho certeza que o tropicalista Caetano Veloso cantaria, à luz dos recentes acontecimentos, a seguinte fina ironia:

"O Iraque é aqui... Bomba! Pra balançar isso aqui é bomba! Dói, uma bombinha não dói..."


Carlos Correia
Não há contentamento nenhum neste cantar ou em meu texto. Não advogo a favor de A ou B, lamento apenas a radicalização do processo político em União dos Palmares que, infelizmente, nos faz lembrar do velho coronelismo político engendrado na “casa grande” e das ameaças que ele representa para a nossa cidade.

            O gatilho destas considerações é o áudio divulgado pela Gazeta de Alagoas que deixou bem claro os meandros das estratégias de perpetuação do controle sobre a “galinha dos ovos de ouro” [aos desavisados, queira ler o Governo Municipal] da parte dos atuais donos do poder palmarino. Tais diálogos me fizeram pensar irremediavelmente nos ensinamentos de Foucault e no seu compromisso em compreender o meio social em que vivemos enquanto um jogo complexo em busca de poder. De fato, a palavra de ordem é Poder, por isso, irei tratá-la neste texto, assim, no absoluto.
            Obviamente, não condeno a luta pelo Poder em si, pois se trata de algo que surge das relações humanas, sendo uma constante histórica. O que está em discussão são os meios e os fins que não podem mais, em tempos democráticos, serem tão maquiavélicos quanto os que parecem ser os envolvidos no jogo político de União dos Palmares.
            Em primeiro lugar, acredito que, enquanto cidadãos, não exigimos “amores” da parte de ninguém, muito menos de um possível futuro prefeito da cidade. Por outro lado, não aceitamos o desprezo nem o eventual sacrifício de nos governar pura e simplesmente em nome do Poder. Não, não quero pagar uma conta tão alta assim, meu senhor!
            O queremos é o de sempre: saúde, educação, segurança, trabalho e cada vez mais um cuidado atencioso para com o meio ambiente. É isso, nada mais. Não queremos seus atentados, nem os seus favores oftalmológicos [“a gente faz um favor, um óculos”, ouvimos no áudio citado], mas, se for possível, assuma um compromisso, mude de lado, que o velho coronelismo político das porteiras não é capaz de nos oferecer o que realmente necessitamos: um tecido social que nos sirva de base para seguirmos em frente.
            E para finalizar, vejamos as manchetes que motivam este texto. Em 12 de setembro de 2011...

Escândalo: áudio revela negociação de ex-governador para chegar a prefeitura Prefeito diz que deve assegurar interesses e sugere uso da máquina [http://gazetaweb.globo.com/noticia.php?c=322653&e=49]

... E na madrugada do dia seguinte:

Rádio que faz oposição à Prefeitura sofre atentado a bomba em União Dois homens explodiram o prédio nesta madrugada; local está isolado [http://gazetaweb.globo.com/noticia.php?c=322719&e=12]

            A reflexão está posta. Ameaças travestidas de futuro nos assombram. Espero, sinceramente, que você seja capaz de resistir ao jogo de interesses mesquinhos em curso, não se corrompendo, nem condenando a nossa cidade ao atraso.

Fonte: http://carlos-correia.blogspot.com.br/ Por Carlos Correia

Quer ver o seu texto divulgado aqui, envie sua mensagem de opinião para nivaldomarinho@hotmail.com com sua foto preferida em anexo. Seja um parceiro do blog com  opinião e notícia "sem maquiagem"
           

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

CANDIDATOS A PREFEITO NÃO CONFIRMAM PRESENÇA E RÁDIO ZUMBI CANCELA DEBATE


Após a tentativa frustrada da realização do debate pela UMES, toda a atenção ficou voltada para o evento que seria realizado pela Rádio Zumbi.
Após acusar a entidade de favorecer o candidato Manoel Gomes com o vazamento das perguntas, Edmir, coordenador da campanha de Beto Baia confirmou ao vivo a presença de seu candidato ao debate na emissora, “mesmo desconhcecendo as regras, estaremos presente, pois acreditamos na imparcialidade da Rádio e no trabalho de Silvio” disse. Já o candidato Mano que desafiou durante uma semana seu adversário para o debate que seria realizado pela UMES, não tocou no assunto quanto o evento passou a ser organizado pela Rádio Zumbi.  "Os candidatos não assinaram o termo se comprometendo a participar  e nem deram satisfação nem a direção da Rádio  e nem  aos ouvintes que aguardavam ansiosos pela realização do evento", disse Silvio.

Os palmarinos   perderam  a oportunidade de conhecer  as propostas defendidas pelos candidatos que querem dirigir “a terra da liberdade”. É a vontade do povo ver a perfórmace dos candidatos, sentir se os mesmos têm  conhecimento de causa, sem os   os textos decorados e maquiados apresentados nos horários eleitorais.
Os candidatos Mano e Beto tirveram até as 12h do sábado (29), prazo estipulado pela coodenação do debate para confirmar suas participações, como os mesmos  não compareceram, ficou   então cancelado em definitivo o evento.
Infelizmente pagamos este  preço por  termos uma eleição polarizada, sem opção para o voto de fato consciente, perdendo com isso a população e  a democracia.
Parabéns para a Rádio Zumbi, pela credibilidade e pelo respeito com a comunidade.

domingo, 23 de setembro de 2012

RÁDIO ZUMBI PROMOVERÁ O MAIOR DEBATE ENTRE CANDIDATOS A PREFEITO DA HISTÓRIA DE UNIÃO



A presença do candidato Beto foi confirmada por Ademir,  e a presença de Mano foi confirmados por Nelito, porém os protagonistas Beto e Mano não assinaram o termo de compromisso de participação no debate.


A Rádio Zumbi promoverá no dia 02 de outubro deste ano, o maior debate da história de União dos Palmares entre os candidatos a prefeito de nossa cidade. O regulamento de funcionamento do evento já se encontra com a justiça eleitoral e com as coligações que representam os candidatos


O debate será realizado no Studio da Rádio Zumbi FM, terá como mediador o radialista Silvio Sarmento e contará com a assessoria dos integrantes do programa mesa Z, Professor Nivaldo Marinho e Adelino Ângelo, alem disso, terá apoio de uma comissão julgadora de direito de resposta  formada por bacharéis em direito.


O evento será dividido em 04 blocos e serão objeto do debate os seguintes temas: agricultura, assistência social, cultura e turismo, educação, esporte e lazer, geração de empregos, infância e juventude, infraestrutura, meio ambiente e saúde.



Os dois primeiros blocos, o mediador sorteará o candidato que primeiro apresentará seu plano de governo que versará sobre o tema sorteado, o candidato terá o tempo de 03 (três) minutos para expor suas propostas; em seguida a palavra será passada ao outro candidato que também durante o prazo de 03 (três) minutos responderá a mesma pergunta formulada pelo mediador; na seqüência a palavra será passada ao candidato que primeiro respondeu a pergunta para que formule, em 30 (trinta) segundos, questionamento ao outro candidato sobre o tema em foco;  o candidato responderá no prazo de 02 (dois) minutos a pergunta feita pelo adversário; após, o candidato que respondeu a pergunta terá o tempo de 30 (trinta) segundos para formular pergunta também sobre o tema em foco para seu adversário;



O terceiro bloco consistirá em 10 (dez) perguntas, uma sobre cada tema, que serão escolhidas mediante sorteio a ser realizado pelo mediador na urna chamada PERGUNTAS DO POVO.

Cada candidato terá 02 (dois) minutos para responder a cada uma das PERGUNTAS DO POVO.

As perguntas serão formuladas e depositadas por qualquer pessoa na urna que ficará na SS PAPELARIA até as 12 horas da manhã do dia 02 de outubro.

Serão descartadas perguntas que forem formuladas diretamente a um dos candidatos ou que de alguma maneira tentem atingir a honra ou imagem de qualquer dos candidatos.


O quarto bloco  será composto pelas falas finais de cada candidato, tendo cada um o tempo de 03 (três) minutos para falarem livremente.
A ordem de fala dos candidatos no último bloco será decidida mediante sorteio realizado pelo mediador no início do bloco.
Quem terá acesso ao local do evento: Além das pessoas integrantes dos sujeitos da Comissão Organizadora, indispensáveis a condução dos trabalhos e devidamente identificadas pela direção da emissora de rádio, terão acesso ao prédio onde se localiza os estúdios da Rádio Zumbi FM:
I – os dois candidatos;
II – os dois vice-candidatos;
III – dois assessores, um para cada candidato;
IV – dois advogados, um para cada candidato;
Tema em foco: Caso o candidato ao usar de seu tempo fuja do tema com o objetivo de atingir a imagem ou honra do outro candidato, esse será interrompido pelo mediador do debate, quando será solicitado que se atenha a questão formulada, sendo devolvido o tempo restante para que prossiga com sua fala.

A transmissão do debate será realizada pela emissora de Rádio Zumbi FM, com reprodução das imagens do estúdio em telão posicionado na sacada do prédio da emissora, bem como transmissão ao vivo pela internet na página da rede social Twitter, no perfil @programamesaz.
Durante a realização do debate não será permitida qualquer intervenção por meio de telefone, rede social ou meio de comunicação.

O direito de resposta: será concedido ao candidato que solicitar e for deferido pela Comissão Julgadora quando for atingido, de forma direta ou indireta, por conceito, imagem ou afirmação caluniosa, difamatória, injuriosa ou sabidamente inverídica, difundidos no momento do debate.

O direito de resposta deverá ser usado exclusivamente para defesa da alegação feita pelo outro candidato, em hipótese alguma poderá ser usado para atacar o outro candidato, caso ocorra, o outro candidato terá direito ao mesmo tempo para se defender.
O candidato que tiver o pedido deferido terá o tempo de 01 (um) minuto para se defender.

Portanto exceto as perguntas  do povo via urna que podem serem feiras por qualquer pessoa, os questionamentos e propostas  serão de total responsabilidade dos  candidatos, a hipótese de vazamento  de perguntas e beneficiamento das partes não existem, ou seja os candidatos que não comparecerem é porque não tem compromisso com a comunidade palmarina, não merece seu voto.
Esperamos a confirmação e a participação dos dois candidatos, queremos ver um debate limpo de propostas reais. Um de frente para o outro. Aguardamos a confirmação oficial do Candidadto Beto Baia e do candidato Mano.
Em União dos Palmares não há mais espaço para candidatos omissos, a população que ainda está indecisa, aguarda por esse momento. Compareçam candidatos.


terça-feira, 18 de setembro de 2012

É URGENTE AVANÇARMOS, MAS AVANÇAR PARA UM CAMINHO QUE NOS LEVE A SERMOS E TERMOS O MELHOR



 Me entristece ver nossa juventude se degladiando na defesa de uma candidato, mas faz esta defesa agredindo verozmente o outro...



Marciangela Gonsalves


É urgente avançarmos, mas avançar para um caminho que nos leve a sermos e termos o melhor... Nesse tempo de eleição, digamos que seja avançarmos para termos representantes no poder executivo e legislativo que de fato nos represente e defendam o direito do povo, em nosso caso, do povo palmarino.

Mas é urgente avançarmos também rumo a uma sociabilidade melhor, com relações sociais respeitosas e saudáveis. Que ao dialogarmos com os outros, que Rubens Alves já dizia: os "outros significantes", mesmo que pensem diferente de nós, que defendam interesses diferentes do nosso (putz, e como tem gente!), teçamos esse diálogo com respeito, coerência, sem agressão barata e desnecessária.

Me entristece ver nossa juventude se degladiando na defesa de um candidato, mas faz esta defesa agredindo verozmente o outro, e muito mais quem pensa ou defende algo diferente. E o pior de tudo isso, os candidatos que tão vorazmente são defendidos ou atacados, estão oh... E quando um deles ganhar, nooossa... a história tende a se repetir em nossa amada União dos Palmares, a juventude continua à margem da história, alheia aos seus direitos sociais, sem as infraestruras mínimas, sem emprego...

Não dá pra continuar a ser assim.
Quero uma juventude forte, coerente, que viva um futuro com índices de violência bem diferentes do atual, longe da violência que sofre em seu cotidiano

 Marciangela Gonsalves