Páginas

Mostrando postagens com marcador Religião. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Religião. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

O VALOR DO SINAL DA CRUZ



Pelo sinal da Santa Cruz…
(†) Pelo sinal da Santa Cruz,
(†) livrai-nos Deus, nosso Senhor,
(†) dos nossos inimigos!
(†) Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

Quando você acorda você faz sobre si o “sinal da Cruz”? E antes das refeições? E quando vai dormir? Ao menos alguma vez ao dia? Não?! Se você soubesse, meu caro leitor, a importância dessa oração, te garanto que você a poria mais em prática!

Muitas pessoas, não entendendo a importância dessa oração, a fazem de maneira displicente, ficando apenas no gesto, sem a efetiva invocação à Santíssima Trindade.

O “sinal da Cruz” não é um gesto ritualístico, mas sim, uma verdadeira e poderosa oração! É o sinal dos cristãos! Por meio dele muitos santos invocaram a proteção do Altíssimo, e através dele pedimos a Deus que, pelos méritos da Santa Cruz de Seu Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, Ele nos livre dos nossos inimigos, e de todas as ciladas do mal, que atentam contra a nossa saúde física e espiritual.

Mas, você sabe fazer o “sinal da Cruz”?!

De forma solene, sem pressa, e com a maior devoção e respeito:

† Pelo sinal da Santa Cruz (na testa): pedimos a Deus que nos dê bons pensamentos, nobres e puros. E que Ele afaste de nós os pensamentos ruins, que só nos causam mal.

† Livrai-nos Deus, Nosso Senhor (na boca): pedimos a Deus que de nossos lábios só saiam louvores. Que o nosso falar seja sempre para a edificação do Reino de Deus e para o bem estar do próximo.

† Dos nossos inimigos (sobre o coração): para que em nosso coração só reine o amor e a lei do Senhor, afastando-nos, pois, de todos os maus sentimentos, como o ódio, a avareza, a luxúria… Fazendo-nos verdadeiros adoradores.

† Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém! – É o ato de livramento e deve ser feito com a maior reverência, consciência, fé e amor, pois expressa nossa fé no Mistério da Santíssima Trindade, cerne de nossa fé cristã, Deus em si mesmo. Deve ser feito com a mão direita, levando-a da testa ao peito e do ombro esquerdo ao direito.

Agora que você já sabe a importância do “sinal da Cruz”, faça-o antes de sair de casa, antes de qualquer trabalho, nas horas difíceis e nas horas de alegria também.


Faça-o sobre si, e, sempre que possível, na testa de seu filho, de seu marido, de sua esposa, de seu irmão, de seu sobrinho… Peça a Deus, sempre, para que Ele te livre e aos seus, de todos os males, a fim de fazermos tudo: acordar, comer, estudar, trabalhar, dormir, viajar… Em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo! Amém! 

domingo, 22 de julho de 2018

Relembre Padre Donald no Dia de Santa Madalena


Padre canadense marcou época junto aos católicos e adquiriu respeito de todas as religiões

Padre Donald Macgillivray de origem canadense substituiu o Padre Tetuliano Passos Lima que era pároco de São José da Laje e assumiu também a Paróquia de Santa Maria após o falecimento do Monsenhor Clovis Duarte. Na sucessão dos religiosos a comunidade assistiu uma renovação da Igreja Católica que começou sua modernização na época do Padre Donald como era conhecido mas faleceu como Monsenhor.
É uma história bonita e deixa para a posteridade um exemplo de homem, religioso e filantropo. Deixou obras de importância para o município a exemplo da Organização Mirim de União dos Palmares fundada pelo então Juiz da Comarca Dr. Jairo Mais Fernandes, a empresaria Rosiete Acioli e a sociedade local.
Era filantropo. Pessoas pobre recorriam a sua magnitude e bondade e comovido com os mais necessitados muitas vezes tirava do seu pouco salário dinheiro para ajudar os pobres. Arquitetou o hoje conhecido Bairro Sagrada Família outrora conhecido como Mutirão e a Vila Papa Paulo VI em Rocha Cavalcante. Coordenou a construção da nova Igreja Matriz e arrebatou dezenas de fieis que haviam deixado a pratica católica. Ainda hoje milhares de pessoas sentem falta de seus sermões e de seus sábios conselhos. Era cidadão palmarino por outorga da Câmara Municipal de Vereadores. 
Seu passamento deixou um marco indelével de humildade e bondade que perdurará por muito tempo na memória da gente da Terra de Jorge de Lima e Povina Cavalcante. Os mais antigos acreditam que do Céu onde ele está ela ainda hoje vela pela terra do seu coração União dos Palmares.
Em sua homenagem hoje no Dia de Santa Maria Madalena comemorado no mundo inteiro, esta homenagem e a repetição da Santa Católica cuja paróquia o acolheu aqui no Brasil. Saudades, padre Donald.
Fonte: Do cruzterrasanta.com.br e Redação Agência Tribuna


segunda-feira, 20 de julho de 2015

PADRE CICERO: ADVOGADO CRIMINALISTA

Por Arão Pereira e Silva Neto

Padre Cícero


Ao se falar na figura ilustre do padre Cícero Romão Batista, patriarca da cidade de Juazeiro do norte, cidade localizada no sul do Ceara, torna-se impossível não analisar sua imagem como religioso, como político e principalmente como advogado que foi para o povo nordestino.

Historicamente, Juazeiro do Norte mantinha relações de forma interina com a cidade do Crato, pois não possuía nenhuma estrutura capaz de realizar-se por si só, tendo em seu território apenas algumas casas e uma capela em homenagem a Nossa Senhora das Dores, sendo esta o ponto de oração para as poucas famílias que ali residiam. Motivados pela fé, os fieis do pequeno vilarejo encontraram na figura de um jovem padre formado pelo seminário de Fortaleza e recentemente chegado da capital uma luz para a manutenção das atividades da então capela, que tivera seus trabalhos encerrados pela ausência de celebrante. Na missa do galo do ano de 1871, é celebrada a 1ª missa presidida pelo Pe. Cícero, sendo que, em meados do mês de abril do ano de 1872 fixa-se o então pároco para a vila juntamente com sua mãe e suas irmãs.

Inicialmente tendo seu sustento baseado nas doações dos fieis da vila, o Pe. Cícero realiza um forte e relevante trabalho no aconselhamento dos moradores do lugar, os seus sábios ensinamentos atraíram novas pessoas para a busca de conselhos dados pelo “padim”. Essa elevação no contingente de moradores da região fez como que estimulasse de certa forma a ira de certos fazendeiros que viram seus empregados saírem de suas terras na busca por uma melhor qualidade de vida. O Nordeste em si por possuir em seu levante um histórico baseado na violência através dos cangaceiros, que matavam sem nenhum escrúpulo, teve também em juazeiro um palco para realização de vários atos deste caráter. Muitas vezes familiares de vitimas revoltados com a ação de cangaceiros procuravam o padre Cícero no intuito de ser aconselhado quanto à questão de vingança, e as palavras dadas pelo vigário era apenas do perdão e que buscassem no trabalho e nas orações a força para superar tais aflições. Neste levante, quando muitos dos agentes do cangaço de maneira arrependida procuravam a benção do padre, recebiam-na de fato levando consigo o conselho muitas vezes firmado por ele que dizia: quem matou não mate mais, quem pecou não peque mais.

O numero de episódios desta natureza aumentava a cada dia e a força do padre Cícero aumentava paulatinamente e passava por todo o nordeste e por que não dizer por todo o Brasil, tendo alcançado ate mesmo a imortal figura do rei do cangaço, Virgulino Ferreira da Silva, vulgo Lampião. Na busca pelo perdão do padrinho obtém-no de fato. Sendo empossado do dever em parar de cometer os crimes que antes cometia recebendo ainda mais a ordem de evitar voltar às terras juazeirenses enquanto não erradicasse de sua natureza a ação de matar ou roubar, não tendo parado de realizar tais atos não voltou mais a Juazeiro, tendo sido capturado pouco tempo depois e de maneira cruel teve sua cabeça, assim como de seu bando decepada. Este episódio evidencia de forma clara que o padre Cícero, ao contrario do que se diz por ai em ter escondido Lampião por debaixo da batina, sempre primou à honestidade e a dignidade do homem.

Neste rol de informações defendo minha idéia de que o Pe. Cícero diferente de ter sido um advogado criminológico das ilicitudes e das contravenções foi sim um grande combatente das desigualdades sociais e um grande seguidor das doutrinas católicas. Encerro o presente trabalho deixando claro minha admiração pela figura do patriarca de Juazeiro que até hoje através de suas ações e de suas defesas como advogado do povo sofredor ainda mantém um forte levante de devotos. Não sendo somente neste sentido, deixa-se claro sua firme inteligência, sendo ele o imponente e imortal condutor da economia que ate os dias de hoje rege o município de Juazeiro do Norte.

Arão Pereira e Silva Neto, é bacharel em Direito, formado pela URCA, atualmente acadêmico de Medicina em Sta Cruz de La Sierra - Bolivia. Escreveu este texto quando cursava o primeiro semestre na disciplina DE SOCIOLOGIA JURIDICA.

sexta-feira, 7 de março de 2014

Um ano de evangelização na terra da liberdade

Padre Crerinaldo




Essa semana completou um ano da chegada de Padre Crerinaldo em União dos Palmares. Com um estilo apaziguador, o pároco conquistou e multiplicou os católicos praticantes da paróquia de Santa Maria Madalena.

Suas mensagens mexem com o íntimo dos fieis, as horas se passam como um toque de mágica. Deus atua em suas palavras e as mesmas confortam as necessidades e as particularidades de cada um.

Parabéns padre estamos  honrados e felizes com a sua presença na terra da liberdade, União dos Palmares.

domingo, 19 de janeiro de 2014

Papa Francisco: “Com licença, desculpa, obrigado!”

Comportamento



O Papa Francisco recordou nesse domingo uma regra simples, mas sempre esquecida, nas relações humanas, principalmente quando se trata da vida em família. Sua proposta é usar três palavras-chave: “com licença, desculpa, obrigado!”


“Se numa família se dizem estas três palavras, a família caminha para frente. Com licença, desculpa lá, obrigado! Quantas vezes dizemos obrigado, em família?”, questionou o Papa em sua homilia na Praça São Pedro.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Paróquia de Santa Maria Madalena dá inicio a Semana missionária em União dos Palmares

A celebração teve a presença dos padres de Messias, Murici, Branquinha, União dos Palmares e Ibateguara.


Matriz de Santa Maria Madalena


Peregrinos de todo o mundo já estão chegando ao Brasil para a Semana Missionária, União dos Palmares receberá dezenas de Canadenses que ficarão alojados na Casa Paroquial.

A Semana Missionária em nosso município teve início nessa terça feira, 16, com a celebração da Santa Missa na Matriz de Santa Maria Madalena. Esteve presente Padre Valmir da cidade de Messias, Padre André de Murici e Branquinha, Padre José Firmino de Ibateguara, além do Padre Crerinaldo de União dos Palmares.

Cada cidade preparou sua programação para a Semana Missionária. Em União dos Palmares, está previsto para sexta feira, 19, visita a Serra da Barriga, sábado às 8h, teremos a Missa de Padre Cícero.  Está previsto também a visita dos missionários ao conjunto Newton Pereira e ao  Distrito de Rocha Cavalcanti.

A Semana Missionária antecede a Jornada Mundial da Juventude, que começa no dia 23 deste mês com a presença do Papa Francisco.

domingo, 24 de março de 2013

Liturgia do Domingo de Ramos 2013

Religião...

Com o Domingo de Ramos, iniciamos a Semana Santa.

A entrada triunfal de Jesus em Jerusalém marca o fim daquilo que Jerusalém representava para o Antigo Testamento e assinala o início da nova Jerusalém,
a Igreja, que se estenderá por todo o mundo
como um sinal universal da futura redenção.

Na Igreja primitiva a celebração desse domingo focalizava aspectos diferentes:
Em Roma, o tema central era a Paixão do Senhor;
em Jerusalém, era a Entrada triunfal de Jesus, destacando a Procissão dos ramos.
Atualmente, as duas tradições se integram numa única celebração.
- Por isso, a celebração começa com o rito da bênção dos ramos,
   a leitura da entrada triunfal de Jesus em Jerusalém e a procissão.
- Termina com a celebração da Eucaristia, com a proclamação da Paixão.

Fonte: http://transfiguracaodejesus.blogspot.com.br