Páginas

Mostrando postagens com marcador Rico Ourives. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Rico Ourives. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Questão de Opinião

Por Rico Ourives


Algumas coisas na vida podem ter vários tipos de interpretação, ou podem ser questão de opinião, tais como futebol, política, religião e alguns gostos pessoais, não é?
Um fato pode ter algumas interpretações, como por exemplo:
O otimista dirá: - Está junto com Deus!
O consolador dirá: - Descansou em paz!
O pessimista: Que tristeza!

Questão de opinião!
Numa peleja também poderá haver algumas reações:
O medroso: Correrá!
O sábio: Tentará entender a situação para lutar.
O valente: Baterá de frente!
O tinhoso: Mesmo sabendo que não vencerá, lutará e venderá caro a sua derrota, persistirá até o fim.

Algumas coisas é questão de opinião, se acredita que pode vencer, poderá ir até ao fim, ou desistir nos primeiros obstáculos, outros, mesmo sabendo que é impossível, luta até o fim, o que muda é o ânimo do coração de cada um.
O poeta acredita que a lua pode tocar no mar!
O cético não acredita em milagres...
O ateu não crê em Deus...pelo menos até ter um encontro com Ele ....

O músico usa panelas para fazer instrumentos musicais.
O escritor vive fora de seu mundo, viaja em suas palavras e navega em seus textos.
Para  o engenheiro é lógica, números e cálculos, cada um tem uma forma de enxergar a vida, o que te trará bem estar, o que irá contribuir para seu sucesso ou afastá-lo dele.
Viver é questão de escolha, sobreviver é quando nos falta opção, mas sair dos problemas ou não, é questão de opinião, e ai meus amigos, qual a opinião de vocês sobre a vida?
Já pararam pra pensar nisto?
A vida?
O viver?

O que você pensa de si te aumentará ou diminuirá sua auto estima, se sentir vitorioso ou vítima, aquilo que está em nosso coração poderá ser chave para o sucesso, mesmo que caminhe pelo vale da sombra da morte, aquele que crê que irá vencer, certamente irá vencer, pode demorar, mas a coroa chegará sobre sua cabeça.
O vento que soprar sobre ti poderá ser refrescante ou para outros, irá incomodar, irritar os olhos, estragar os cabelos, é questão de ponto de vista, e ai meus amigos qual seu ponto de vista sobre as coisas boas e ruins que sucedem em nossas vidas?
Castigo?
Sorte?
É merecido?
Mas porque isto comigo?

A vida é mais do que interrogações, é viver, é exclamativo, é certeza, se estais lendo este texto significa que tem o sopro de vida em ti, dá pra mudar nossos hábitos, manias, costumes e palavras, o ser humano que não evolui se torna uma peça de museu, a velocidade das coisas estão muito grande, nada é como foi deixado a tempos atrás, tudo muda, inclusive você!

Viver é certeza, então deixe algumas dúvidas de lado e vá viver, mesmo que as coisas não estão muito bem, pode estar tudo ruim, mas sorrir e acreditar que tudo vai mudar é questão de escolha, vai mais do que uma simples opinião.

O que é pouco para uns, é muito para outros...não estou dizendo pra se contentar com pouco, mas ser fiel e agradecido com o pouco que tens, ninguém começa um castelo pelo telhado, há de se cavar, e colocar tijolo por tijolo.
Se a vida é boa ou ruim é questão de ....?????

Fonte: DNA da felicidade

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Fábricas de bossais

Numa sociedade onde a impunidade impera, pessoas que não sabem o que é limite e bom senso, o que será desta nação?



Vivemos na era da produção de bossais em massa, isso mesmo amigos!!!
Onde as escolas educam nossos filhos, passamos por educadores como bambalalão, castelo ratimbum, teletubes, e agora a pepa pig educa as crianças, onde vamos parar?
Nossos anciãos são deseducados, desrespeitam as leis de trânsito, são politicamente incorretos, lixo fora do lixo.

Vivemos num tempo onde sabemos por onde o ser humano passa, pássaros deixam suas marcas, humanos seus resíduos, lixo e mais poluição!
Somos capazes de sentarmos numa mesa destinada para deficientes físicos num shopping na maior cara de pau, puxarmos cadeiras para atrapalhar o deficiente, e ainda deixarmos a bandeja na mesa. Vi isso esta semana!
Alunos fardados das melhores escolas do bairro, num restaurante de fast food conhecidíssimo são capazes de falarem alto, gritarem, peidarem e arrotarem como se estivem sós em seus quartos, a educação de casa é praticada fora, sinal que esses jovens deseducados não sabem nada de educação e cidadania!

Talvez você pense que isso é coisa de adolescente, se pensar assim, não se assuste se um deles praticar vandalismo ou crimes por aí!
Mulheres desvalorizadas por elas mesmos, e ainda dizem que "dão" porque querem e ninguém tem nada com isso, de fato, cada faz o que acha certo, mas depois não se zangue pelos rótulos que as própria mulheres lhe colocaram, não é machismo, é questão de educação, você homem ou mulher faça o que achar melhor de sua vida, mas não banalize em redes sociais, imagens são destruídas por pouca coisa.
Numa faixa de pedestre, o transeunte é tratado como lixo ou coisa qualquer, alguns mesmo em semáforo fechado, o pedestre na faixa ainda acham ruim, onde está a civilidade das pessoas?

O respeito?
QUER DIZER QUE OS POLÍTICOS SÃO CORRUPTOS, você também tem que se igualar?
Numa sociedade onde a impunidade impera, pessoas que não sabem o que é limite e bom senso, o que será desta nação?

Talvez você me critique por este texto, contudo, veja como estão os jovens e adultos de nosso meio social, ainda dá tempo de educar nossos filhos!
A geração podre pode se regenerar!

Por Rico Ourives
Fonte: DNA da felicidade

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Você escolheu isso?

Por Rico Ourives


Fácil é escolher, o difícil é acertar as escolhas...
Estava com uma fome enorme, sabe aquela fome que dá até aflição?
Tinha apenas R$ 20,00 para almoçar, esse era o cenário, quando entrei na praça de alimentação do shopping, pensei:
- Preciso economizar, me alimentar de forma saudável e ainda ficar satisfeito...
Missão quase impossível!
Quanto mais andava pela praça de alimentação, mas fome me dava, o cheirinho me atiçava e a dúvida aumentava, o que antes era aquele bom e velho arroz com feijão e um bife acebolado, passou a ver massas, "sandubas" suculentos, camarão, sushis, selv-service, aquele cheirinho de churrasco, frituras, bacon torradinho, a minha boca salivando, barriga roncando e agora o que escolher?
Como sou ultra fã declarado de sushi, vi uma promoção maravilhosa, por R$ 17,90 uma combinação saudável e ainda com um refrigerante, mesclei meu gosto, com o menos agressivo ao meu organismo...
Final das contas...comi...e ainda fiquei com fome!
Pensei...
Era melhor o arroz com feijão...
Mas, se tivesse comido arroz com feijão, talvez teria pensando que a massa era melhor, mas qual a melhor escolha?
Aquela que te fará feliz...
Não escolha o mais fácil, escolha o melhor!
Não escolha o mais rápido...escolha o certo!
O tempo cobrará de ti as suas escolhas, como já escrevi inúmeras vezes sobre isso, o boleto da vida chegará, cedo ou tarde chegará!
Em situações de adversidade, as escolhas multiplicam o grau de complexidade, pois há pressão da vida, das pessoas e a sua, a pior cobrança será aquela que você fará de si, toda cobrança pesará, mas a nossa reprovação, trará desânimo, tristeza e frustração.
Algumas escolhas são inócuas, pois na derrota, o que mudará?
Uns dizem, se é pra morrer atropelado, que seja por um BMW último modelo...
Quer dizer que a pessoa for atropelada por uma Brasília velha, enferrujada, cor de geladeira, irá diretamente para o inferno, e o que foi atropelado por um carrão vai pro céu?
Ah vou perder e vou prejudicar a todos...
Isto tem nome...escolha pautada na maldade, se for para perder, que seja com dignidade e muita luta.
Um dia jogando futebol, estávamos perdendo de 4 a zero, e cobrei um colega, pedindo mais dedicação...
Ele me respondeu:
- Já está perdido!
Se entregar é uma escolha...
Perco, mas vendo caro a derrota, pois luto até o fim!
A dor é passageira, mas o fracasso pode ser permanente!
Desistir sempre será a opção mais viável em muitas histórias, não disse a escolha mais fácil, pois até pra desistir, tem que haver coragem!
Escolhi bater de frente com a vida...
Escolhi lutar contra as adversidades!
Decidi não me entregar para os problemas...
Decidi decidir...escolher para não ser escolhido...caminhar para não ser atropelado!
Pois a dor maior é sempre de quem escolhe!
Por outro lado...a alegria também é sempre maior de quem escolhe!
Você escolheu isso?
Então siga em frente, se percebeu que foi uma má escolha, mude!


Fonte: DNA DA FELICIDADE

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Mau caratismo é questão de escolha



Ninguém nasce com índole duvidosa, nascemos puros, sem malícias e inocentes, talvez a convivência com seus pais, seres humanos mais velhos, contaminados pela maldade ou então de fato há uma essência má dentro de cada humano.
Os noticiários vendem horrores quando as notícias são más, poucos se alegram com o sucesso alheio, parece que soa melhor nos ouvidos quando ouvimos sobre o fracasso de alguém. Quando é pobre dizemos que: é infeliz, mal educado, sem cultura, quando fica rico, dizemos outras coisas tais como: o cara é metido, roubou para conseguir o que conseguiu, é gay!
Quando vemos alguém fazendo sucesso logo pensamos se a pessoa merece e nos julgamos melhores que outros, pois se fosse comigo faria assim, faria diferente.
Depois que perdemos um jogo, dizemos sobre nossas falhas, quase nunca enaltecemos o talento alheio que nos venceu, a humildade que deveria crescer com o bebê, não é isso que acontece.
Hoje vi um carro estacionado em lugar proibido, com adesivo  de deficiente físico no para-brisa, e logo uma mulher saudável, indo para o carro e saindo na maior cara de pau, um Toyota Corolla novinho, no bairro do Tatuapé aqui em sampa, ou seja, dizer que pobre é deseducado é uma grande mentira, o ser humano em geral tende ao mau comportamento ou você acha que as leis servem pra quê?
Pegar uma arma e colocar na cintura para assaltar alguém é questão de quê?
Educação ou caráter?
Entendam que a vida é feita de opções, a cada escolha te levará a um caminho, o bom caráter te levará a uma boa vida com paz, enquanto o mal caratismo irá te tirar a paz, basta escolher.
Quem furta um real, furta mil reais também! 
Quem compra mercadoria roubada, compra produtos com sangue de inocentes, acho pouco provável que um bebezinho de colo se pudesse escolher faria tais atrocidades, tais como filho matar pai, mãe jogar filho recém nascido num cesto pelas ruas, o que leva um jovem a agredir um professor? Mortes, estupros, maldades e mais maldades, todos tem um lado sombrio, se, por exemplo, eu praticasse aquilo que já passou em minha mente, seria quase um monstro. Contudo ao pensar, pude refletir e optar em fazer ou não, talvez o que falte para muitos é a distinção do vício e virtude, a consolidação de valores que na hora que a maldade aflora, dizer não ao ato.
Quem disse que um potencial assassino não tem opção?
Puxa o gatilho é questão de escolha, as pessoas acham que podem tudo e não haverão consequências em seus atos, se planto vício colherei morte, se planto virtude, colherei felicidade.
Certa feita perguntei a um morador de rua o que havia levado ele a aquela vida, e ele foi enfático na resposta:
- Eu escolhi!
- Gosto de furtar, gosto da vida louca, gosto de cachaça e drogas!
Não ouvi da boca dele: Não tive escolha! Sou obrigado a usar drogas!
Quando você faz algo ruim foi fruto de uma escolha, mesmo que seja escolha sobre pressão, mas fez, o problema está no sentimento que tenho por este mal que pratiquei se não sinto nada, terei graves problemas em convívio em sociedade, se houve arrependimento já é um bom começo.
Propina, suborno, furto, desonestidade, infidelidade, traição, deslealdade, violência, entre outros males humanos, todos podem escolher dizendo sim ou não a essas coisas.
Quer um mundo melhor?
Comece por seu mundo particular, por sua vida, sua casa, seus filhos, certamente fará grande diferença em seu meio.
Iniciar uma discussão depende de quê?
Ajudar alguém em dificuldade depende de que também?
Seja para o bem ou para o mal, é foro íntimo teu!

Por Rico Ourives

Fonte: DNA da felicidade