Páginas

segunda-feira, 4 de julho de 2016

O nó da administração pública em União está cada dia mais apertado

Enquanto não existir comunicação, transparência, planejamento, valorização dos investimentos federais, gestão participativa e respeito com o erário público, o nó só tende a aumentar.




 A pouco mais de 90 dias das eleições municipais não percebemos avanço nas discussões que visam planejar o futuro de União dos Palmares.  A situação política é lamentável e desprezível. Até agora não percebemos nenhum plano de governo dos pré-candidatos que vise tirar União do buraco, da crise política, moral e ética.

Esperamos que as discussões na campanha sejam diferentes das vinculadas nas redes sociais, pois o poder executivo e legislativo desconhece plano diretor, PPA, LDO, LOA, gestão participativa...  O poder político e econômico cega e a preocupação com o povo se dá apenas em comparar: Quem é ou foi mais corrupto. Uma vergonha, não há diferença, a justiça trocou seis por meia dúzia.

Enquanto isso na câmara, os vereadores se reversam nos números de faltas, se não tinham vontade de trabalhar, agora relaxaram de vez. Não vale a pena perder meia hora para ouvir pirotecnias sem fundamentação prática nem teórica. Agora não tem mais jeito, é só esperar as eleições e torcer que a maioria seja renovada, pois dessa gestão não se espera mais nada.



Nenhum comentário: