Páginas

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Eleição da mesa diretora da câmara de União fez renascer grupos G7 e G8 criado no governo de Beto Baia.

A criação desses grupos marcou um período de retrocesso G7 e G8, lembrando a gestão de Beto Baia, onde o ódio e a sede de poder cegou os vereadores, tornando-se o pior parlamento registrado na casa


A  Câmara Municipal de Vereadores de União aos poucos parece perder  a razão de  existir. A necessidade de manter o assistencialismo atrelado as regalias do governo, a subserviência ao governo, e a interferência direta do gestor, são fatores que podem está contribuindo para isso. Dos 15 vereadores, 13 fazem parte da bancada do governo, a eles lhe são permitidos oficializar governo, elogiar e até repúdiar, todavia os quesitos de fiscalização e apuração de denuncias de irregularidades, o "regimento  externo" não permite. 

Jailson Vicente, atual presidente,  democratizou o poder, acolhendo e cedendo espaço a comunidade, quando necessário, valorizou a imprensa que sempre recebeu de braços abertos, dando fim ao "regime de ditadura" imposto na casa.
Contudo, o prefeito não reconheceu os trabalhos dos parlamentares, o fato de ter 13 vereadores na bancada governista, relaxou perdeu o respeito pela casa de lei. Fez o que quis, não respeitou os prazos regimentais, não deu satisfação a bancada, nem muito menos ao povo. E os vereadores, com raras exceções,   aceitaram a tudo, calados, ou melhor, repudiando, mas só repudiando, as denuncias que chegaram foram engavetadas, ninguém ousou convocar o prefeito, nem a oposição.

Mas, ainda há tempo de mudanças, até o momento não há chapas registradas, isso pode ser feito até o último minuto que antecede a eleição, todavia, Sandro é o escolhido do prefeito, que conta com sete votos (G8): Sandro, Netinho, Rafael, Almir Belo, Bruno Lopes, Dé, Manoel Messias e Zé Lourenço.  Elvinho é o candidato de segunda preferência do prefeito, que forma o (G7) com Tita, Cajú, Ricardo, Ailton, Maria e Jailson.  Netinho seria a terceira opção, mas está magoado, pois não teve o apoio dos colegas, nem a preferência do prefeito.

Portanto, com um voto apenas  de diferença, nada está definido, "no balanço das horas tudo pode mudar", de repente surge um nome diferente, nem um nem outro, já vimos candidatos dormir eleito e acordar sem chapa.   

terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Após dois anos repudiando o executivo, vereadores poderão optar por liberdade do Poder Legislativo de União dos Palmares em 2019

Segunda feira, 17, os vereadores deverão realizar eleição com  voto secreto,  para  escolher a nova mesa diretora para o biênio 2019 - 2020. Kil de Freitas parece ter preferência por Sandro Jorge, mas a ala insatisfeita com o governo poderá ir de encontro ao governo votando em Alan Elvis, Bruno Lopes ou Paulo Neto, declarados na disputa.



Desde as eleições de outubro os vereadores de União dos Palmares tem realizado sessões relâmpago. A falta de pauta, o não cumprimento de obrigações do executivo, a preocupação com a eleição da nova mesa diretora, e/ou a falta de planejamento dos parlamentares, são fatores que poder está contribuindo para isso.

2017 e 2018, foram os anos de repúdios, marcados pela falta de respeito do Poder executivo, a omissão do Poder Legislativo e a falta de pernas do Judiciário. Foram dois anos repudiando as ações do prefeito Kil, hora com todo grupo, hora com a inexperientes oposição, hora com a bancada "independente",  o fato é que no quesito fiscalização,  o Poder Legislativo se omitiu, foram além do repúdio.

Até momento não se sabe quanto custa os serviços da CIGIPE, LUZUP e SIMUP para o município. As denúncias de supostas irregularidades na locação de máquinas e veículos foram rejeitadas pela câmara. Segundo o portal da "transparência" 16 veículos foram adquiridos para a secretaria de saúde, contudo carros locados fazem o serviços dos mesmos.

Portanto, segunda feira, 17, os vereadores deverão realizar eleição com  voto secreto,  para  escolher a nova mesa diretora para o biênio 2019 - 2020. Kil de Freitas parece ter preferência por Sandro Jorge, mas a ala insatisfeita com o governo poderá votar contrário ao "chefe". Tem interesse na disputa: Alan Elvis da bancada "independente", Bruno Lopes  e Paulo Neto, que se mostra o mais preparado para dar o "grito de liberdade da casa", o maior desafio para a nova mesa diretora. Vamos acompanhar se haverá a "emancipação" ou o continuísmo  da escravidão moderna do Poder Legislativo.


segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

NM.Com, voltei!

Opinião e notícia, sem maquiagem!

Professor Nivaldo Marinho.Com

Graças a Deus, apos tratamento nos olhos, já posso ler e escrever. Estava com saudades de escrever o que penso. Há quem defenda que escrever em  blog  está fora de moda, mas é aqui que me sinto a vontade, é uma espécie de terapia. Quem gosta, acompanha, ler, curte e/ou compartilha, ou ao contrario, ler, mas não gosta, não compartilha, mesmo assim, obrigado por visitar a página NM,Com e continuar  nos seguindo.

Professor Nivaldo Marinho.Com



segunda-feira, 12 de novembro de 2018

O VALOR DO SINAL DA CRUZ



Pelo sinal da Santa Cruz…
(†) Pelo sinal da Santa Cruz,
(†) livrai-nos Deus, nosso Senhor,
(†) dos nossos inimigos!
(†) Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

Quando você acorda você faz sobre si o “sinal da Cruz”? E antes das refeições? E quando vai dormir? Ao menos alguma vez ao dia? Não?! Se você soubesse, meu caro leitor, a importância dessa oração, te garanto que você a poria mais em prática!

Muitas pessoas, não entendendo a importância dessa oração, a fazem de maneira displicente, ficando apenas no gesto, sem a efetiva invocação à Santíssima Trindade.

O “sinal da Cruz” não é um gesto ritualístico, mas sim, uma verdadeira e poderosa oração! É o sinal dos cristãos! Por meio dele muitos santos invocaram a proteção do Altíssimo, e através dele pedimos a Deus que, pelos méritos da Santa Cruz de Seu Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, Ele nos livre dos nossos inimigos, e de todas as ciladas do mal, que atentam contra a nossa saúde física e espiritual.

Mas, você sabe fazer o “sinal da Cruz”?!

De forma solene, sem pressa, e com a maior devoção e respeito:

† Pelo sinal da Santa Cruz (na testa): pedimos a Deus que nos dê bons pensamentos, nobres e puros. E que Ele afaste de nós os pensamentos ruins, que só nos causam mal.

† Livrai-nos Deus, Nosso Senhor (na boca): pedimos a Deus que de nossos lábios só saiam louvores. Que o nosso falar seja sempre para a edificação do Reino de Deus e para o bem estar do próximo.

† Dos nossos inimigos (sobre o coração): para que em nosso coração só reine o amor e a lei do Senhor, afastando-nos, pois, de todos os maus sentimentos, como o ódio, a avareza, a luxúria… Fazendo-nos verdadeiros adoradores.

† Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém! – É o ato de livramento e deve ser feito com a maior reverência, consciência, fé e amor, pois expressa nossa fé no Mistério da Santíssima Trindade, cerne de nossa fé cristã, Deus em si mesmo. Deve ser feito com a mão direita, levando-a da testa ao peito e do ombro esquerdo ao direito.

Agora que você já sabe a importância do “sinal da Cruz”, faça-o antes de sair de casa, antes de qualquer trabalho, nas horas difíceis e nas horas de alegria também.


Faça-o sobre si, e, sempre que possível, na testa de seu filho, de seu marido, de sua esposa, de seu irmão, de seu sobrinho… Peça a Deus, sempre, para que Ele te livre e aos seus, de todos os males, a fim de fazermos tudo: acordar, comer, estudar, trabalhar, dormir, viajar… Em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo! Amém! 

domingo, 11 de novembro de 2018

Pedestres arriscam a vida em "faixas de segurança" em União dos Palmares


Estudos realizados por nossa produção, apontam que apenas dois em cada dez motoristas dão a vez ao pedestre na faixa se segurança, e onde não há faixa, o pedestre simplesmente não tem vez.


Apos a implantação da SMTT em União dos Palmares, o trânsito teve uma leve melhora, principalmente no centro da cidade. A sinalização asfáltica e as multas aplicadas pelos agentes de trânsito, tem inibido os estacionamentos irregulares, contudo os mesmos tem feito vistas grossas para o não uso de capacete, veículos conduzidos por menores, avanços de sinais, além da falta de respeito com os pedestres, sobretudo nas faixas de segurança.

A pastoral dos idosos foi criada recentemente em União dos Palmares, e já se tem um demanda de reclamações acerca da falta de respeito ao idoso. Os mesmos correm um sério risco de vida diariamente ao atravessar as faixas de seguranças, pois de dez, apenas dois dos condutores de veículos dão a vez ao pedestre. O risco se torna maior nos finais de meses, pois os bancos que pagam os benefícios do INSS,  estão localizados no centro da cidade, tornando maior o fluxo de veículos e de pedestres, sobretudo idosos.

A SMTT informa que não tem guarda suficiente para atender a demanda do município, mas não entendemos porque ficam todos "intuiados" na avenida. Mesmos nos dias movimentados, não percebemos a contribuição dos mesmos em ações que visem contribuir com a locomoção dos das pessoas, sobretudo daquelas que apresentam um necessidade especial, ou carregam o peso da idade.   

Portanto, é preciso nos colocarmos no lugar do outro para sentirmos na pele as necessidades de cada cidadão. Não é preciso estudar leis para respeitarmos o próximo, sobretudo idoso e pessoas com deficiências. É uma questão de consciência.
Afinal, a maior lei do trânsito é a educação.
  

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Auditório do Instituto de Geociências da Unicamp pode receber o nome de Fernando Antonio da Silva

Dr.Fernando Antonio da Silva


A proposta partiu do Coletivo Raça Negra, composto por estudantes negras e negros e representantes discentes do Instituto de Geociências (IG) da Unicamp: dar o nome de Fernando Antonio da Silva ao auditório do recém-inaugurado edifício do IG que passou por uma reforma completa e em breve será o mais novo espaço para eventos da universidade.
Fernando Antonio da Silva foi pós-graduando em Geografia da Unicamp e faleceu em março, em Sobral, no Ceará, meses após finalizar o doutorado, aos 26 anos de idade. Em carta, o Coletivo destaca a trajetória pessoal e acadêmica de Fernando.
“Não há hoje na Unicamp auditórios, prédios, bibliotecas que homenageiam estudantes egressos desta Universidade. Nossa homenagem a Fernando Antonio da Silva será também um marco do que pretendemos construir enquanto comunidade acadêmica, porque trabalha pela maior representatividade de estudantes negros e periféricos, e reconhece o trabalho de um geógrafo que é referência nos estudos sobre o Bolsa Família”, diz a carta, que é ponto de pauta da reunião da Congregação do Instituto de Geociências da Unicamp, nesta quarta-feira, 22 de agosto de 2018.
No dia 23 de agosto, quinta-feira, completará um ano da realização da defesa de tese de doutorado de Fernando, intitulada A pobreza na Região Canavieira de Alagoas no século XXI : do Programa Bolsa Família à dinâmica dos circuitos da economia urbana, que foi orientada pela professora Adriana Maria Bernardes da Silva e foi avaliada por banca composta pelos professores Catia Antonia da Silva, Marcio Cataia, Marcos Antonio de Moraes Xavier e Rosana Icassatti Corazza.
Em março, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva homenageou Fernando em seu portal e nas redes sociais.

Fonte: http://agbcampinas.com.br

UM POUCO DA HISTÓRIA DE FERNANDO ANTONIO...

A UNICAMP fez um Seminário em homenagem ao nosso Fernando Silva...“𝐃𝐨𝐬 𝐂𝐚𝐧𝐚𝐯𝐢𝐚𝐢𝐬 𝐀𝐥𝐚𝐠𝐨𝐚𝐧𝐨𝐬 𝐩𝐚𝐫𝐚 𝐚𝐬 𝐁𝐢𝐛𝐥𝐢𝐨𝐭𝐞𝐜𝐚𝐬 𝐝𝐚 𝐔𝐧𝐢𝐯𝐞𝐫𝐬𝐢𝐝𝐚𝐝𝐞”... Esse título descreve de um jeito muito lindo a história DELE... (𝐇𝐄𝐋𝐄𝐍𝐀, 𝐌Ã𝐄) "Contar a história do Fernando é muito difícil pra todos nós familiares é como se pudéssemos voltar no tempo e reviver todos os bons momentos com ele, nessa volta, podemos até mesmo tocá-lo e sentir o cheiro do seu perfume, ouvir o som calmo e suave da sua voz, mas, sem o principal, envolvê-lo num forte abraço caloroso da família e fazer uma viagem no tempo o trazendo de voltar vivo com a gente e pra gente! É a pior sensação que existe"... (𝐆𝐄𝐑𝐀𝐋𝐃𝐎, 𝐏𝐀𝐈) "Ele era primeiramente Deus era tudo na minha vida, perder ele foi a mesma coisa de ter se acabado o mundo, como é que pode o pai enterrar o filho...  (𝐒𝐈𝐕𝐀𝐋𝐃𝐎, 𝐈𝐑𝐌Ã𝐎) No final de 1990 a gente morava aqui... no sítio lá perto da Serra da Barriga... de manhã nós cuidava dos cavalos fazia de tudo no sítio lembro que quando dava 11 horas o Fernando já ficava aguniado pra tomar banho e vestir a roupa da escola, meu Deus, era ele quem puxava a gente mesmo sendo o menor dos 3, nunca atrasava meio dia em ponto pegava o caderno e a bicicletinha dele e chamava nós... Era difícil ter uma prova que ele não tirasse a nota maior da turma e quando não tirava tinha a coragem de ir questionar a professora e muitas vezes ganhava o que queria e ainda arrancava o sorriso dela... os elogios a inteligência dele eram tantos... (𝐂𝐈𝐂𝐄𝐑𝐀, 𝐈𝐑𝐌Ã) Quando fomos estudar na rua e o carro não subia por causa da chuva... muitas vezes o Fernando se juntava com um grupinho de colegas e ia a pé pra aula... o Fernando praticamente não chegou a faltar nenhum dia... sempre dava um jeito... (𝐉𝐎𝐒𝐄𝐅𝐀, 𝐈𝐑𝐌Ã) Sabíamos que o Fernando era muito inteligente mas eu não pensei que ele fosse continuar se destacando tanto nessas escolas da rua que eram bem maior que a escola do sítio... Aquele menino magrinho, sorriso encantador e “muito insistente nas coisas que fazia” foi cada vez mais sendo conhecido por onde passava ele cativava os professor fácil que se rendiam quando viam as tarefas dele e muitos até comentava que não entendia como um menino vindo lá das grotas da Serra da Barriga tinha tanta sabedoria.. (𝐒𝐈𝐕𝐀𝐋𝐃𝐎, 𝐈𝐑𝐌Ã𝐎) No ano de 2002 nós saiu do sítio e fomos morar aqui na cidade de União dos Palmares... Eu realmente penso que se o Fernando não tivesse nascido, por exemplo, nós tinha desistido de estudar antes com todas aquelas dificuldades... a gente morava num bairro um pouco afastado da cidade e saía de madrugada empurrando um carrinho de mão pra “pegar carrego” (carregar feira do povo pra ganhar trocado) e trazer dinheiro pra casa pra ajudar... Ele dava tudinho que ganhava pra nossa mãe não ficava com nada, tipo, pra gastar na escola “essas coisas”..(𝐋𝐔𝐂𝐀𝐒, 𝐈𝐑𝐌Ã𝐎) Com 17 anos Fernando terminou o ensino médio e logo entrou na universidade, pra cursar Geografia na UNEAL... (𝐆𝐄𝐑𝐀𝐋𝐃𝐎, 𝐏𝐀𝐈) Meu Fernando era um menino batalhador vivia estudando dentro do quarto não saía pra farra nenhuma... (𝐇𝐄𝐋𝐄𝐍𝐀, 𝐌Ã𝐄) Ele não gostava de comprar nada pra ele de gastar nada com ele... só guardava dinheiro pra uma coisa, ah isso era sagrado... “comprar livros e essas viagens que ele ia pra esses eventos aí da faculdade”! (𝐒𝐈𝐕𝐀𝐋𝐃𝐎, 𝐈𝐑𝐌Ã𝐎) Quase no fim do curso mais uma surpresa boa Fernando veio me contar que tinha escrito um livro com o professor Reinaldo lá na UNEAL... (𝐇𝐄𝐋𝐄𝐍𝐀, 𝐌Ã𝐄) Aí ele veio contar a gente que tava organizando uma festa pra apresentar esse livro pras pessoas e que todos nós família dele tinha que tá lá presente (𝐆𝐄𝐑𝐀𝐋𝐃𝐎, 𝐏𝐀𝐈) Naquele dia eu fiquei tão emocionado que “eu sentir que tava nos ares que não tava pisando no chão que tava no céu... ele foi o que falou mais bonito ali naquele microfone pra apresentar o livro... Nunca vou esquecer daquele dia... (𝐋𝐔𝐂𝐀𝐒, 𝐈𝐑𝐌Ã𝐎) Ele concluiu a graduação com trabalho a nível de excelência e passou pra fazer mestrado na UNICAMP... (𝐇𝐄𝐋𝐄𝐍𝐀, 𝐌Ã𝐄) Tava tão orgulhosa tão orgulhosa, mas confesso que fiquei com meu coração dividido uma angústia muito grande por ter que viver longe dele... (𝐆𝐄𝐑𝐀𝐋𝐃𝐎, 𝐏𝐀𝐈) Eu não parava de me perguntar onde aquele menino tinha achado tanta coragem pra enfrentar aquele viagem e agora ficar lá longe daqui da nossa terra só estudando lá sozinho, meu Deus... (𝐋𝐔𝐂𝐀𝐒, 𝐈𝐑𝐌Ã𝐎) Minha mãe chorou muito no dia quando o Fernando foi pegar o avião pra ir pra Campinas... Passaram-se uns dois anos... tivemos mais uma grande notícia, o nível da pesquisa de mestrado dele estava tão bom que os professores o passaram diretamente pra o doutorado, aí começou a surgir uma das teses mais importantes sobre a pobreza no nosso estado "𝐀 𝐏𝐎𝐁𝐑𝐄𝐙𝐀 𝐍𝐀 𝐑𝐄𝐆𝐈Ã𝐎 𝐂𝐀𝐍𝐀𝐕��𝐄𝐈𝐑𝐀 𝐃𝐄 𝐀𝐋𝐀𝐆𝐎𝐀𝐒 𝐍𝐎 𝐒É𝐂𝐔𝐋𝐎 𝐗𝐗𝐈: 𝐃𝐎 𝐏𝐑𝐎𝐆𝐑𝐀𝐌𝐀 𝐁𝐎𝐋𝐒𝐀 𝐅𝐀𝐌Í𝐋𝐈𝐀 À 𝐃𝐈𝐍Â𝐌𝐈𝐂𝐀 𝐃𝐎𝐒 𝐂𝐈𝐑𝐂𝐔𝐈𝐓𝐎𝐒 𝐃𝐀 𝐄𝐂𝐎𝐍𝐎𝐌𝐈𝐀 𝐔𝐑𝐁𝐀𝐍𝐀"... (𝐆𝐄𝐑𝐀𝐋𝐃𝐎, 𝐏𝐀𝐈) Em 2017 ele defendeu o trabalho dele tanta pesquisa meu Deus tanto esforço ah como eu queria ter ido assistir, me doeu no coração não ver a realização do maior sonho do meu filho... (𝐋𝐔𝐂𝐀𝐒, 𝐈𝐑𝐌Ã𝐎) Não foi fácil chegar até ali, meu pai cortou muita cana e aguentou muita humilhações na vida... minha mãe fazia milagre com a pequena renda da família... e o Fernando virou noites de leitura quando morava sozinho em Campinas, foram vários momentos de solidão que ele passou longe da gente, tanto esforço deles impossível de descrever aqui em palavras.... (𝐘𝐀𝐒𝐌𝐈𝐍 𝐋𝐀𝐔𝐑𝐀, 𝐈𝐑𝐌Ã) Se aproximava a hora do nosso Fernando voltar a morar com a gente... fizemos uma festinha pra recebê-lo e homenagear o primeiro membro da nossa família a se formar Doutor, o nosso Doutor Fernando. Lembro que ele ficou muito emocionado e agradeceu bastante a todos ali em especial a família em suas palavras “𝐀 𝐌𝐈𝐍𝐇𝐀 𝐁𝐀𝐒𝐄”... (𝐆𝐄𝐑𝐀𝐋𝐃𝐎, 𝐏𝐀𝐈) Tudo que Deus faz é bem feito, tudo tudo... eu nunca pensei que um filho de um cortador de cana chegaria tão longe assim... (𝐂𝐈𝐂𝐄𝐑𝐀, 𝐈𝐑𝐌Ã) De repente, do nada sem explicação nenhuma... o mundo de todos nós desabou, a pessoa que a gente mais amava na vida... morreu... não não, não tinha a minima condições de ser verdade... (𝐉𝐎𝐒𝐄𝐅𝐀, 𝐈𝐑𝐌Ã) Não, não é possível de jeito nenhum o Fernando ter nos deixado assim sem explicação nenhuma... (𝐒𝐈𝐕𝐀𝐋𝐃𝐎, 𝐈𝐑𝐌Ã𝐎) Eu perguntava repetitivamente pra o Lucas ao telefone se ele tinha certeza do que tava falando... E quando eu percebi que era tudo verdade meu mundo simplesmente acabou... como se conformar em perder a pessoa mais amada da família... jovem com uma vida pela frente, assim sem explicação nenhuma... (𝐋𝐔𝐂𝐀𝐒, 𝐈𝐑𝐌Ã𝐎) Tive que presenciar meus pais receberem essa notícia sem ao menos qualquer explicação do que ele tinha morrido... Meu Deus, quanto desespero... (𝐇𝐄𝐋𝐄𝐍𝐀, 𝐌Ã𝐄) Não existe palavra no mundo pra descrever  essa dor, meu Deus, é uma carga terrível demais pra suportar, como pode meu Fernando ter morrido sem socorro nenhum sem explicação ele tava bonzinho... (𝐆𝐄𝐑𝐀𝐋𝐃𝐎, 𝐏𝐀𝐈) Deus meu, foi a mesma coisa de ter arrancado meu coração e eu ter que continuar vivo sentindo a dor, aquela dor que eu sentir naquele dia ninguém nunca vai arrancar do meu peito, eu vou morrer com ela... se ele tivesse morrido na vista da gente, se tivesse uma explicação certa do que foi aí eu ia pedir força a Deus pra me conformar, era o que me restava... (𝐘𝐀𝐒𝐌𝐈𝐍 𝐋𝐀𝐔𝐑𝐀, 𝐈𝐑𝐌Ã) “Laura obedece mamãe e papai.. Laura você é a caçula temos que ter um cuidado especial com você... Edson Gomes Reggae é bom demais .. Fernando fica aqui em união trabalha aqui.. tem como não Laura como agente vai viver? Quando eu receber aqui no Ceará agente vai viver uma vida mais sossegada... Fernando pra que fazer tantos planos não é melhor deixar acontecer? Não Laura a vida é feita de planejamento .. Fernando eu não aguento mais essa vida com tu aí longe e a gente aqui, queria morrer... oxe Laura? Viver é bom demais apois quem não quiser viver der sua vida pra mim que eu quero. Porque viver é bom demais"... Por mais que o tempo passe nunca vou acreditar que nunca mais estarei na magia da tua presença meu Fernando...
(TODOS NÓSO Fernando chegou em Sobral numa sexta feira dia 02/03/2018 onde foi recebido pela sua orientadora de pós doutorado. Há exatos três dias que ele estava hospedado Num hotel, numa segunda dia 05/03/2018, pela manhã, foi simplesmente encontrado morto em seu leito, mesmo dia em que exatamente saiu o resultado final do concurso da UPE, passou em primeiro lugar. O maior pesadelo de nossas vidas havia acontecido, e pra tornar intensamente mais dramática a nossa situação foram nos dado apenas um conjunto de explicações "confusas", até hoje, 7 meses depois, não sabemos ainda porque o hotel demorou tanto pra dá pela falta dele e abrir a porta do quarto visto que ele passou o domingo 04/03/2018 inteiro sumido, não sabemos ao certo se ele ainda foi encontrado com vida, não sabemos a posição que o corpo foi encontrado, enfim, não sabemos de praticamente nada. Já foi enviado a essa delegacia de Sobral um documento da prefeitura daqui de União dos Palmares e outro da associação dos Geógrafos de Campinas cobrando investigações, entretanto, essas autoridades continuam sem agirJá sugerimos formalmente por meio de advogado linhas de investigações, primeiro, na noite de sábado 03/03/2018 o Fernando fez uma reclamação via telefone celular afirmando que o ar condicionado do seu quarto estava soltando um cheiro estranho, e, segundo, o concurso público da UPE  que ele estava concorrendo e foi aprovado em primeiro lugar pra professor da UPE-Universidade de Pernambuco justamente no mesmo dia que foi encontrado morto , e, terceiro, a temática do pós doutorado dele era bastante delicada dado o momento político que passamos “DIREITOS SOCIAIS NO NORDESTE BRASILEIRO: PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA E CIRCUITOS DA ECONOMIA URBANA EM SOBRAL (CE), PETROLINA (PE) E ARAPIRACA (AL)”, por se tratar de uma política pública de um governo especifico, há ai pra muitos um posicionamento político partidário, e de fato o Fernando defendia aquilo que acreditava de forma veemente, sempre lutando por melhorias pra todos. Mesmo assim, o inquérito continua parado, nem o rapaz do hotel que achou o corpo foi chamado pra depor, ou seja, nem o básico está sendo feito.  O médico George Sanguinetti teve acesso aos laudos do caso e postou a sua opinião no Facebook, lá ele deixa claro que é muito difícil que a morte do nosso Fernando tenha sido natural, e aponta de forma clara a possibilidade de envenenamento.  Estamos desesperados, não sabemos mais a quem recorrer, queremos que a memória do Fernando seja honrada e respeitada e não que ele continue sendo tratado com tanto descaso... "Nós precisamos de esclarecimentos"! Não aguentamos mais, acordar e olhar pra os nossos pais, desesperados, tentando entender o que houve, passando horas e horas pensando procurando uma resposta, "perdido num vazio sem saída".  Queremos fazer um apelo as autoridades e instituições alagoanas, por favor, nos ajudem, pra nós familiares seria como uma segunda morte do Fernando permitir que a situação fique assim sem esclarecimentos!