Páginas

segunda-feira, 23 de abril de 2018

55ª sessão ordinária é adiada por falta de quórum

A sessão teria a presença do vice prefeito, agora  "oposição"



O vice prefeito José Alfredo solicitou espaço na tribuna para denunciar possíveis irregularidades da gestão[...].

Compareceram na sessão apenas os vereadores Ailton Tenório, Maria de Tutu, Netinho, Elvinho,  Ricardo Praxedes e Jailsom Vicente. ( Cajú chegou apos o presidente encerrar a sessão)


Agora sou "oposição"


Agora sou "oposição"


Mais uma chapa se  desfaz pós eleição em União dos Palmares

Essa semana José Alfredo, vice prefeito de União dos Palmares, após anunciar pré candidatura a deputado estadual, indo de encontro aos interesses do prefeito Kil, que tem pacto  com PD,  informou: "Agora sou oposição", ou seja, não fará mais "vistas grossas" para os supostos erros do prefeito. 

A União entre ZA e KIL, na verdade, nunca passou segurança para o eleitorado, sobretudo para aqueles que outrora deram sustentação ao grupo,  foi mais um "ajuntamento" de conveniência. Aqueles que não acataram as decisões do do governo ficaram de fora e  foram taxados de opositores recalcados, a exemplo do líder comunitário Luiz do Robertão que foi processado e condenado, por cobrar melhorias nas políticas públicas no município.

Agora sou "oposição", até quando? Esse modelo de política não deveria caber mais em União dos Palmares,  não precisamos de bancadas de oposição nem  governistas, mas de cidadãos cristãos que defendam os interesses da população. Não se admite, por exemplo, um parlamentar, que foi eleito para defender os interesses da comunidade, entrar mudo e sair calado em uma sessão ordinária, diante de tantos problemas que temos no município, chamo isso de covardia.  

Contudo,  essa história de se rebelar após perder regalias, não me convence mais, o certo será certo sempre e o errado da mesma forma, temos que ter a capacidade de discernir, nos afastar do mal e fazer o correto, pois muito além da justiça lenta dos homens, está a justiça de Deus.

Portanto, sejamos homens honestos, justos e do bem, SEMPRE.
Pense nisso.

sábado, 21 de abril de 2018

O trem que transportava e dividia as "classes sociais" em União dos Palmares

Lembranças do Passado...




Durante décadas aqui no Brasil, muita gente viajou de trem pela extinta Rede Ferroviária Federal Sociedade Anônima (RFFSA).

Aqui em União dos Palmares, o principal trecho da linha férrea ligava a capital alagoana à pernambucana; necessário ao intercambio interestadual, de estudantes e principalmente de comerciantes; pois estes procuravam as capitais para encontrara as mercadorias mais baratas e que podiam repassar aos consumidores locais com um preço melhor, preservando um lucro substancial.

Entretanto a chegada do trem na nossa estação era motivo de festa e confraternização entre as pessoas. Muitos chegavam e muitos partiam sem saber se voltariam a rever a sua terra natal. Nestes casos era grande a comoção dos familiares e amigos, porque muitas pessoas sabiam que estava vendo o seu ente querido pela última vez.

Na minha infância, viajei muitas vezes a Maceió, na companhia dos meus pais, que eram comerciantes, para adquirir mercadorias, comprarem roupas, sapatos para o uso pessoal e utensílios domésticos, no comércio da nossa capital.

Mas me recordo com saudade das viagens que fiz neste meio de transporte, porque naquela época, só havia estrada afastada, para quem morava em União e queria ir até Maceió, só a partir de Messias, na BR 101; o que tornava a nossa viagem de carro, uma grande aventura; porque tínhamos que pegar um trecho de estrada carroçável de péssima qualidade; principalmente no inverno.
Todavia a nossa viagem começava em União, onde esperávamos o trem vindo de Recife.

Antes disso, as pessoas esperavam o trem na estação, acomodados na sala de espera e até no pátio, pois este momento servia para colocar a conversa em dia; pois os passageiros eram na maioria das vezes os mesmos.

As passagens eram compradas na própria estação e o ticket era um cartão grosso de forma retangular para os adultos e para as crianças, como no meu caso; pagava-se meia passagem, o que no bilhete, diferenciava-se por causa do corte em diagonal.

A composição era formada por uma locomotiva, um ou dois vagões de carga e uns dez vagões de passageiros. Havia a primeira e a segunda classe. Na primeira classe, as poltronas eram acolchoadas, individual; lembro-me que era de cor azul e reclinável, para o conforto do usuário, pois a viagem demorava cerca de 3 horas. Na segunda classe a poltrona era feita de madeira, onde em uma única poltrona viajavam dois passageiros e sem o conforto da primeira classe. As janelas eram duplas. Na primeira parte o passageiro poderia fechar só a janela de vidro, para apreciar a paisagem da zona da mata alagoana, compreendida pelos os imensos canaviais e pelas as culturas de subsistência como mandioca, milho e feijão. A outra opção seria fechar além da janela de vidro a de madeira; para escurecer o ambiente, necessário para quem queria tirar um cochilo. Na primeira classe, os passageiros tinham a opção de comprar lanches, composto por refrigerantes, cafés, sanduiches e bolos; servidos pelos funcionários da ferrovia.

A saída de União se dava, com o toque no sino da estação e posteriormente com dois apitos agudos, dado pelo guarda ferroviárioque acompanhavam a composição. Logo após a partida havia a supervisão das passagens, feita pela equipe de cobradores, que viajavam, conferindo ou vendendo os tickets aos passageiros que porventura não tivesse comprado no guichê da estação. A conferência era feita com a perfuração das passagens, por uma espécie de alicate que os funcionários carregavam nos bolsos do seu fardamento de cor azul.

Ao longo do trajeto, havia as paradas nas estações de cada povoado e cidade por onde passava o nosso trem. Depois de União, a composição não parava; mas diminuía a velocidade na Usina Laginha, para que as pessoas pudessem embarcarno trem em movimento, coisa inconcebível para os dias de hoje; por causa da segurança. As próximas paradas eram nas cidades de Branquinha, no povoado Nincho, Murici, povoado Itamaracá, povoado Lourênço de Alburquerque, Rio Largo, Satuba, Bebedouro e finalmente Maceió.

O retorno a nossa cidade se dava por volta das 17 horas da estação de Maceió e com a chegada prevista para as 20 horas.

A viagem era um acontecimento prazeroso e ao mesmo tempo uma necessidade da época; onde os meios de transporte e principalmente as estradas asfaltados eram coisa de cidades e estados mais desenvolvidos.

Por Joaquim Maria

terça-feira, 17 de abril de 2018

54ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de União dos Palmares





Início: 19:40h
Presidida por Jailson Vicente
Assessoria: Lu Andrade
ATA aprovada sem discussão;
Falta: Ailton Tenório;

Expediente da semana

Oficio do gabinete do prefeito informando da impossibilidade da realização de concurso público;
Oficio da SEMED informando o andamento do processo de gestão democrática;
Ofício de Paulo Sarmento solicitando da câmara que faça valer o cumprimento da lei acerca do funcionamento dos bancos;
Emenda 01/2018 do vereador Paulo Neto ao PPA sugerindo a concessão de auxílio para os praticantes de esporte coletivo; implantação de 20 quadras de areia, 10 quadras esportes e cinco academias populares;
Emenda 02/2018 do vereador Paulo Neto ao PPA sugerindo o incentivo da criação de grêmios estudantis nas escolas;
Emenda 03/2018 do vereador Paulo Neto ao PPA sugerindo que se coloque a biografia dos homenageados em nomes de praças;
Emenda 04/2018 do vereador Paulo Neto ao PPA sugerindo a realização de concurso público no município até 2021;
Emenda 05/2018 do vereador Paulo Neto ao PPA sugerindo generalização dos serviços de iluminação pública em todos os setores do município;
Emenda 06/2018 do vereador Paulo Neto ao PPA sugerindo a criação de uma baia comunitária, cadastramento dos animais, doação de alevinos ao pequenos agricultores e a construção de um centro de zoonoses;
Emenda 07/2018 do vereadora Maria de Tutu ao PPA sugerindo a construção de um complexo esportivo para as pessoas com deficiência;

PPA é aprovado em segundo turno com respectivas emendas
LOA é aprovada em segundo turno com respectivas emendas

Ordem do dia: Nada apresentado

Facultada a palavra
Alan Elvis
Ofício para o SAAE solicitando o carro foça para o taquari
Requerimento para LUZUP solicitando iluminação para as ruas do Taquari;

Elton Caju
Repudia a ;gestão do prefeito kil

Cícero Aureliano
Cobra da mesa diretora que exija respeito do executivo acerca dos prazos de entrega dos documentos na casa;
Requerimento para o prefeito solicitando que o mesmo cumpra os prazos e respeite o regimento do poder legislativo;

Ricardo Praxedes
Disse que juntou 08 denúncias de irregularidades e fez uma delação premiada no MP;
Se colocou à disposição do vice prefeito para levar essas denúncias a outros seguimentos;

Manoel Messias
Oficio para SMTT solicitando informação porque não colocaram o ponto de ônibus no nova esperança;
Oficio para LUZUP solicitando iluminação para o bairro Sagrada Família;

Tita
Requerimento para SEINFRA solicitando o mais rápido possível a limpeza do mato da Rua da ponte e Taquari;
Oficio para o prefeito relembrando o pedido de  iluminação da Rua da ponte até o Taquari e a implantação da academia popular;

Jailsom informa que chegou na casa a LDO referente a 2019
Término da sessão: 22:20h

domingo, 15 de abril de 2018

Mato, entulhos e lixo tomam conta da estação ferroviária, cartão postal de União do Palmares



A estação ferroviária de União, um dos principais cartões postais da cidade, encontra-se tomada de matos , entulho e lixo. O espaço localizado ao lado do Centro Administrativo Antonio Gomes de Barros, parece não ter existido para  gestores de outrora e não tem recebido a devida importância e/ou prioridade  dos gestores contemporâneos.

"Quando nos acostumamos com um problema, ele aparentemente deixa de existir", assim tem sido em alguns seguimentos de nosso município, sobretudo, o parque da estação ferroviária, que outrora tivera a presença da "Maria Fumaça". Esta  fazia o elo entre as estradas de ferro de Alagoas e Pernambuco. Infelizmente, esse espaço histórico provido de cultura viva,  que marcou a denominação do nome de "União" através do decreto 046 de 1890, está caindo no esquecimento e abandono.


Segundo o prefeito Areski de Freitas, a situação também o incomoda, está esperando a liberação Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN, para restaurar o espaço, pois o governo começou a mexer no ano passado, mas  foi recomendado a parar  até que fosse elaborado um projeto por técnicos do Instituto. "Essa situação também me incomoda, mas vamos resolver", disse. O SAAE resolveu o problema do saneamento, disse Zé Pequeno. Júnior Menezes, secrétário da SEINFRA  informou que seu pessoal está trabalhando no local e prometeu maior agilidade essa semana, contudo lamenta as ações de pessoas que insistem em colocar lixo no local. A associação dos artesãos tem se esforçado para se adequar no espaço  respeitando as orientações do IPHAN, contudo pouco tem avançado, pois não existe apoio nem a parceria do governo.  

 


Portanto, mediante o exposto fica claro que União precisa avançar muito  para se emancipar da "escravidão  moderna" para viver do turismos e cultura. Parabéns a todos que fazem o Trade Turístico Quilombo, e os que  acreditam e se dedicam a fim de desenvolver nosso município. É preciso que haja o cooperativismo e a união para que juntos possamos lograr êxito nessa caminhada. 



quarta-feira, 11 de abril de 2018

53ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de União dos Palmares




Início: 19:40h
Presidida por Jailson Vicente
Assessoria: Lu Andrade
ATA aprovada sem discussão;
Falta: Zé lourenço, Tita,

Expediente da semana

Oficio da associação dos feirante solicitando ajuda dos vereadores no tocante a ausência da smtt na feira livre;
Convite para caminhada (união de Joelho) dia 14 na entrada da cidade
Parecer da comissão de legislação e justiça e redação final acerca do PPA;
Parecer da comissão de Finanças e Orçamento acerca do PPA
Parecer da comissão de Educação Saúde e Cultura acerca do PPA
Parecer da comissão de obras e serviços públicos acerca do PPA
Parecer da comissão de assistência social e defesa do cidadão acerca do PPA
Projeto Pluri Anual 2017


Ordem do dia: Nada apresentado

Facultada a palavra
Netinho
Ofício parabenizando a secretaria de saúde pela realização da corrida da saúde;

Manoel Messias
Ofício para a SEINFRA solicitando a construção de dois quebra-molas na Rua Tancredo Neves;

Oficio para Seinfra solicitando que veja a questão do lixão que chega à beira da BR;

Alan Elvis
Ofício parabenizando Jairo Campos pelo empenho na construção do campus V da Uneal;
Ofício para o encarregado da feira solicitando a presença dos fiscais, guardas e smtt na feira de sábado;

Ailton Tenório
Oficio para ZA agradecendo por ele ter colocado uma barraca no ponto de ônibus na várzea grande;

Cajú
Disse que vai ao MP, pois não obteve respostas acerca da taxa de iluminação pública;

Término da sessão: 20:35h




segunda-feira, 9 de abril de 2018

Prende Lula, senão ele vira presidente!



Essa semana assistimos a mais um capítulo da história do torneiro mecânico que se s tornou o melhor presidente da história do Brasil, motivo que lhe custou ser preso e condenado em tempo record para atender a turma que não aceita desenvolvimento compartilhado com trabalhadores.

È fato que existe corrupção, é que o Lula não é santo, mas o motivo de sua prisão está muito longe do caso do triplex, não dá pra esconder o real motivo, "prende Lula, senão ele vira presidente". Fato lamentável, mas que não apaga nem manha a sua história, só mostra a fragilidade de nossa justiça.


Prenderam o Lula, todavia se não lhe tirarem seus direitos políticos, pouco provável que não aconteça, será o primeiro presidente eleito de dentro da cadeia.  Quem viver verá.