Páginas

terça-feira, 15 de maio de 2018

O QUE PODEMOS TIRAR DAS JUSTIFICATIVAS O PREFEITO KIL NA CÂMARA DE UNIÃO DOS PALMARES

Por Paulo Sarmento
Texto e foto: Paulo Sarmento. 


Sei que a maioria das pessoas prefere não acompanhar de perto a vida política de nossa Cidade, mas como me importo bastante com os rumos de nosso Município, fui assistir de perto a sabatina.

Duas pessoas me chamaram atenção, uma foi o prefeito Kil que mostrou um grande jogo de cintura e a frieza de um verdadeiro psicopata. A outra pessoa foi o Vereador Ricardo Praxedes, pois, na minha opinião, foi o único que fez o papel de vereador fazendo perguntas pertinentes e mostrou bastante maturidade, se mantendo calmo, quando o prefeito tentou mudar de assunto o acusando de ter desviado recursos públicos.

Para mim, através das perguntas feitas pelo vereador Ricardo Praxedes, mesmo com o prefeito mudando de assunto e não esclarecendo nada, algumas coisas ficaram claras:

1 - o prefeito contratou uma empresa emergencialmente sem essa empresa ter capacidade para a prestação dos serviços. O prefeito tentou justificar dizendo que licitação é concorrência de preço e até ironizou o Vereador dizendo que ele tinha que se informar mais, mas parece que quem tem que estudar mais é o prefeito, pois em toda licitação se é verificado o preço e também a capacidade da empresa em prestar os serviços, então eu pergunto: como eles contratam uma empresa EMERGENCIALMENTE, se nem os carros para suprir a emergência eles tinham?

2 - após o fim do prazo emergencial a empresa continuou prestando os serviços e segundo ele a empresa não recebeu nada e que iriam entrar na justiça para cobrar. Para quem caiu na justificativa do prefeito que tentou ludibriar a população com sua resposta, eu explico: isso é fraude a licitação! Prestação de serviço sem licitação é fraude a licitação. O Prefeito tentou justificar, mas cabe a prefeitura fiscalizar e caberia a ela parar com as atividades da empresa e providenciar a licitação. Afinal a empresa para prestar os serviços, alguém da prefeitura tinha que dar a ordem. E agora vem com essa que a empresa prestou o serviço e vai cobrar na justiça. Pra cima de mim??? Alguém acreditou nisso???

3 - o prefeito para justificar a falta de carros da empresa contratada, disse que uma vez foi contratado para um emprego que precisava de carro e comprou o carro só no outro dia. Piada né?? É chamar o povo de idiota! Prefeito uma coisa é um emprego seu, outra coisa é dinheiro PÚBLICO. Numa emergencial é obrigatório a comprovação do menor preço e da capacidade da empresa para suportar a emergência do município. Fora que a empresa supostamente comprou mais de um milhão em carros no outro dia, o dono da empresa que vendeu nem lembrava disso e as assinaturas não possuíam reconhecimento de firma! Esquema puro.... fraude... roubo!!!

Quase que eu peço o microfone pra perguntar se o prefeito ta achando alguém com cara de idiota. Mas confesso, ele é frio e calculista e deve ter enganado muita gente com aquele discurso!

Depois de tanta mentira eu vou ali comer um espetinho de charque!
Texto e foto: Paulo Sarmento. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POR MEDIDA DE SEGURANÇA, NÃO ACEITAMOS COMETÁRIOS ANÔNIMOS.