Páginas

terça-feira, 29 de maio de 2018

59º Sessão Ordinária da Câmara Municipal de União dos Palmares



Início: 19:35h
Presidida por Jailson Vicente
Assessoria: Lu Andrade
ATA aprovada sem discussão

Expediente da semana

Ofício do Ministério da Educação informando liberação de recurso provenientes do PDDE para o município; (Escolas: Edvar de Souza, Maria Augusta Sarmento, Elisabete Santos, Pedro Pereira da Silva, Jairo Correia Viana, Laura Pereira da Silva.)

Ofício de JHC informando que foi criada uma comissão na câmara federal a fim de fiscalizar o uso dos recursos do FUNDEF;

Ordem do dia:
Requerimento do vereador Paulo Neto solicitando do prefeito aquisição de lixeiras de coleta seletiva;
Requerimento do vereador Paulo Neto solicitando do prefeito reconstrução do posto de turista e capacitação de profissionais para receber o turista;
(Maria diz que não existe secretaria de turismo nem de cultura em União, só teve um pequeno avanço com Iran Menezes );

Facultada a palavra
Dé Mototaxi
Ofício de pesar para a família de Adelson mototaxi
Requerimento para o SAAE solicitando a ampliação da rede de água nos frios, sentido Camaratuba;  

Cícero Aureliano
Explica os trâmites para do projeto que visa regularizar a doação dos terrenos aos comerciantes e membros de igrejas dos bairros Newton e Nova Esperança;

Rafael Pedrosa ( primeira fala em plenário )        
Requerimento solicitando do governador a criação de uma base da PM nos bairros Newton e Nova Esperança; (sugestão de audiência pública)

Elton Caju
Informa que recebeu na comissão de legislação e justiça as denúncias do vice prefeito e as contestações do prefeito e informa que na próxima semana emite o parecer;


Maria de Tutu
Requerimento para secretaria de Ação Social a aquisição de cadeiras de rodas, cadeiras de banho, fraudas e nebulizadores para as pessoas carentes;
Diz que governo, mas não pode ficar calada vendo o povo morrendo, sem remédio, sem ambulância e sem atendimento; 

Ricardo Praxedes
Informa que a secretaria de saúde admitiu que o município tinha convenio com o IOFAL, mas nunca declarou os serviços prestados;

Elton Caju
Requerimento para secretária de saúde solicitando informação acerca dos convênios com laboratórios de União;
Término da sessão: 21:20h

sábado, 26 de maio de 2018

Vereadora denuncia em audiência pública a falta de ambulância para atender à comunidade palmarina


Presença da secretária, fez lembra a visita do prefeito: Tá tudo "SERTO".  



Nesta quinta feira, 24, Geane Vergeti,  secretária de saúde,  prestou contas de seu primeiros meses de gestão em audiência pública na câmara municipal, que contou apenas com alguns vereadores e servidores da saúde.  Nenhum presidente de associação esteve presente, a falta de divulgação da audiência talvez fora o motivo da não participação, pois fiquei sabendo por acaso, motivo este que só participei de metade da reunião.

Contudo, a secretária usou a parte inicial da audiência para prestar contas de seus trabalhos realizados e divulgar metas futuras. Quando foi facultada a palavra, confesso  que mediante ter chegado atrasado, fiquei acanhado de perguntar acerca das 13 licitações deixado pelo ex-secretário, do uso de combustível  sem controle na secretaria devido ao não funcionamento dos velocímetros dos carros da saúde,  das faltas de exames e médicos no posto referência Zé de Lima, onde frequento, e tantos outros itens não enxergados  pelos participantes.

Mas nem tudo ficou perdido, a vereadora Maria de Tutu questionou a ausência de ambulâncias e a falta de exames referente ao  glaucoma, essas foram as cobranças,  para os demais vereadores presentes, só restaram elogios, me fez lembrar a visita do prefeito na câmara, cobranças zero.

Portanto, mesmo sem a participação efetiva da comunidade, valeu a intenção da secretária em fazer valer a lei orgânica e prestar contas a comunidade, pena que o convite não chegou a quem de fato tinha interesse da realização da audiência pública.

UNIÃO: ORGULHO E VERGONHA NO ÚLTIMO MEIO SÉCULO.


União precisa ser, também, a terra da Josefa, do Cícero, do Antonio, do João, do Marcelo...



Gilson Monteiro, Jornalista Palmarino

  • Nos últimos 50 anos passaram pela prefeitura de União dos Palmares 15 prefeitos. Meio século de gestores de todas as ideologias e partidos que deixaram um saldo minguado de realizações. Tão minguado que, em pleno século 21, candidatos ainda usam adjetivos como “mudança” e “avanço” em seu marketing de campanha.
    Obviamente que correligionários, puxa-sacos e apaixonados ideológicos pelas sopinhas de letras partidárias vão levantar a voz e dizer que fulano fez a praça tal, beltrano calçou um bairro, e até mesmo dizendo que minha visão é pessimista. Mas vamos por os últimos 50 anos de administração de União na mesa e verificar: O que realmente foi feito nesse meio século?
    Há meio século as precárias ambulâncias carregam doentes para a capital, seja para curar um câncer ou uma infecção intestinal.                                                                                
  • Há meio século União convive com doenças como esquistossomose, verminoses e tuberculose. Mazelas do século 17, quando a cidade foi fundada. Ou seja, nem nas doenças a cidade se “modernizou”.
    Há meio século a Santa Fé vive num estado de miséria vergonhoso, inaceitável e constrangedor para qualquer cidadão que tenha direito às três refeições diárias. Gente tratada feito bicho, cuja única diferença de um animal está no fato de que portam título de eleitor para sustentar a elite. Nada mais.
    Há meio século os grupos culturais sobrevivem sem apoio, mendigando um troco para dar uma contribuição crucial com o crescimento social do município, mas que os gestores ignoram para não modificar sua política do pouco pão e circo de péssima qualidade.                                                                                                                                     
  • Há meio século estudantes se espremem em ônibus para vir estudar em Maceió, com a agravante que nesta última década precisam pagar por isso.
    Há meio século os palmarinos vivem ou do trabalho no setor sucroalcooleiro ou do pequeno comércio, que apenas inchou, fazendo milhares de pais e mães de família ratearem meia dúzia de fregueses sem perspectiva de crescimento.
    Há meio século que os palmarinos são “empregados” por um comércio desumano, que rasga as leis trabalhistas, transformando o trabalhador numa máquina automatizada, sem folgas ou tempo para qualificação.
    Há meio séculos pré-adolescentes vivem de “carregos” na feira-livre como forma de sobreviver dignamente, perdendo a infância e juventude, e o pior, deixando a escola em segundo plano.
    Há meio século o Roberto Correia de Araújo/Vaquejada incham, se transformando, sob os olhos dos gestores, num verdadeiro mostro urbano tomado pela miséria e pela violência.

    Essas respostas são minhas, mas podem ser colocadas na boca de qualquer morador que testemunhou os 50 anos da cidade. Acho difícil discordar que mudança e avanço não estão no dicionário dos gestores de União há décadas. Por isso acho constrangedor, irônico, um verdadeiro acinte, seja qual for o grupo político falar em “mudança”, “avanço” ou qualquer outro adjetivo hipócrita do tipo.
    União não cresceu. Inchou. E “progredimos” sim, mas no pior sentido da palavra, pois já temos drogas, fome e prostituição. Nossa política nojenta de surrupiar os cofres do município inconsequente e desumanamente conseguiu “importar” o que há de pior nos grandes centros urbanos.                                                                                                                                                                                                                                         
    Chega a ser chocante constatarmos que esse cenário pertence a um município que recebeu do governo federal, via transferência de recursos, R$ 262 milhões, arredondando-se para menos, somente nos últimos 5 anos. (Dados do Portal Transparência)                                                                                                                            
  • União é, e tenho orgulho disso, a terra de Jorge de Lima, Maria Mariá e Zumbi. Mas a luta de Zumbi na Serra da Barriga, um marco nacional, precisa fazer parte do nosso passado, e não permanecer se repetindo no presente das periferias miseráveis de União. A Nega Fulô precisa se transformar de vez em poesia, e não permanecer nas cozinhas nada literárias da atual elite que ainda não se deu conta da Lei Áurea. E para isso, é preciso termos pelo menos, um naco da inteligência e caráter que teve nossa imortal Maria Mariá.                                                                                                                                 
    União precisa ser, também, a terra da Josefa, do Cícero, do Antonio, do João, do Marcelo, do Sebastião, da Madalena e de tantos outros que estão escrevendo o futuro de uma terra que ainda não conheceu, de fato, a liberdade.

    P.S.: Para os desavisados, sou palmarino, mas voto em Maceió. Não sou nem azul nem do encarnado!  Gilson Monteiro.
               Artigo publicado em  setembro de 2012


sexta-feira, 25 de maio de 2018

Nesse sábado, o mesa z conversará com o jornalista palmarino Gilson Monteiro.



O programa vai ao ar ao meio dia, participe curta e compartilhe esse projeto de cidadania.
Fone: 3281 3669
Facebook.com/ Nivaldo Marinho - transmissão ao vivo
Twitter:  @programamesaz, @nivaldo_mesaz

Apresentação: Professor Nivaldo Marinho. Com


Mesa Z, Rádio Zumbi e Você, uma parceria que deu certo!



quarta-feira, 23 de maio de 2018

Dia da Juventude Constitucionalista

23 de maio

Data também lembra o soldado constitucionalista em São Paulo 23 de maio é uma data importante para a democracia brasileira. Neste dia, em 1932, quatro estudantes paulistas foram mortos num confronto com a polícia. Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo se manifestavam contra a ditadura de Getúlio Vargas. 

A morte deles foi o estopim de uma revolta paulista contra o governo e a favor de uma constituição. As iniciais dos nomes dos quatro estudantes, MMDC, passaram a ser o símbolo da revolta de São Paulo que eclode em 9 de julho e passa para a história com o nome de Revolução Constitucionalista de 1932. 

Fonte:http://www.oabsp.org.br/portaldamemoria/datas-comemorativas/juventude-constitucionalista

terça-feira, 22 de maio de 2018

58ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de União dos Palmares



21 maio de 2018
Início: 19:40h
Presidida por Jailson Vicente
Assessoria: Lu Andrade
ATA aprovada com emenda de Ricardo Praxedes;
Falta: Maria de Tutu e Zé Lourenço;

Expediente da semana

Ofício do Ministério da Educação informando liberação de recurso provenientes do PDDE para o município; (Escolas: Fernando Juazeiro, Maria Mariá, Padre Donald...)

Pareceres da Comissão de Legislação e Justiça e comissão de finanças acerca do projeto de lei que versa sobre o reposição salarial dos servidores públicos (3%);
Projeto de Lei 008/2018

Ordem do dia:
Requerimento do vereador Sandro Jorge solicitando a regulamentação da SMTT acerca dos estacionamentos para idosos e deficientes

Facultada a palavra
Jailson Vicente
Requerimento verbal solicitando o carro fumacê para atuar em União dos Palmares

Cícero Aureliano
Solicita do presidente que coloque em pauta os projetos que visa a doação de títulos de cidadão palmarino a Dra. Lenalra e Lídia Campos;

Manoel Messias
Requerimento para LUZUP solicitando iluminação pública para as Ruas Mario Gomes Ubirajara Magalhaes;

Ricardo Praxedes
Disse provocou o Tribunal de Contas do Estado referente a ausência transparência do gestor municipal;
Denuncia o prefeito por suposto fraude no concurso público de 2003, quando nomeou a cunhada Rimelc de forma irregular excedendo o número de vagas prevista no edital;

Alan Elvis
Oficio agradecendo o diretor do SAAE por atender ao seu pedido e ampliar a rede pluvial na fazenda sementeira;

Netinho
Informa que ninguém sabe onde se encontra a urna encontrada na serra da barriga que possui mais de 900 anos;

Caju
Diz que é contra um projeto coletivo de doação de terrenos no nova e newton, só aprovará se souber quem serão os beneficiados;
Requerimento solicitando cópia de todos os contratos do município e o números de efetivos;

Bruno Lopes
Requerimento para a SENFRA solicitando a manutenção das ruas do bairros Santa Maria Madalena e Robertão;

Ricardo Praxedes
Questiona o projeto do prefeito de acabar com a pra do alto do cruzeiro, a fim de construir um posto de saúde;

Sandro Jorge
Diz que apresentará um projeto “Bíblia nas escolas” que obriga os professores a ensinar religião;
 Jailson Vicente informa que também tem um projeto que visa realizar a caminhada dos evangélicos;

Término da sessão: 22:20h


segunda-feira, 21 de maio de 2018

Sou pré candidato, pelo PC do B, a deputado estadual de Alagoas.

Meu compromisso, pela minha trajetória percorrida até aqui, é:

* lutar pela educação pública de qualidade (básica e superior) com vistas a emancipação, verdadeira, das pessoas.
* garantir a valorização da cultura alagoana, seus artistas, saberes e fazeres, respeitando a identidade e a memória de nossa gente, expressa em diversas manifestações. Alagoas é celeiro de criação.
* viabilizar ações que dignifiquem segmentos excluídos, historicamente, das políticas públicas a exemplo dos/as: negros, índios, pessoas com deficiência, comunidades lgbt, mulheres, crianças, idosos, ciganos...
TUDO ISSO COM A NOSSA ÉTICA, A NOSSA CARGA DE TRABALHO, A NOSSA CAPACIDADE DE LUTA, A NOSSA DISPOSIÇÃO PARA ENCARAR DE FRENTE OS PROBLEMAS QUE AINDA TIRAM O SONO DE NOSSO POVO GUERREIRO, ORDEIRO E TRABALHADOR DE ALAGOAS.
Penso que precisamos alargar o debate do resgate da BOA POLITICA. A política como foi concebida pelos grandes pensadores da humanidade: a política como instrumento de desenvolvimento, de levante da auto-estima das pessoas, de resgate da esperança por dias melhores, de justiça social, de valorização do trabalho e dos trabalhadores...
Sou professor. Posso sim exercer a minha cidadania. Quem disse que somente os ricos e poderosos podem ocupar esse espaço?
O desafio está lançado!
Alagoas pode ser grande, do tamanho de nossos sonhos.
Vamos juntos, vamos de mãos dadas, com os nossos corações cheios de esperança, iniciar esta luta.


sexta-feira, 18 de maio de 2018

Psiuuu! Silênciooo! "O preço que se paga para ser bancada do governo"


Foi assim na sessão ordinária, a qual teve a presença do prefeito





Após a  sabatina realizada com o vice prefeito na câmara municipal de União, criou-se uma expectativa acerca da participação do prefeito Areski de Freitas na última sessão, esperava-se que os vereadores usariam da mesma estratégia de sabatina, a fim de dirimirem as dúvidas acerca das denuncias apresentadas pelo vice prefeito,  mas o que vimos e ouvimos, foi totalmente diferente.

  1. O prefeito se defendeu acusando o vice de participação direta nas supostas irregularidades, ou seja, se for para fazer justiça, os dois estão errados e enrolados, contudo,  mediante o exposto, apenas os vereadores Ricardo Praxedes  e Cajú questionaram o prefeito, para os demais só restaram votos de parabéns, se omitindo das perguntinhas cabulosas, preservando o gestor de de possíveis constrangimento


Algumas dúvidas não esclarecidas e não questionadas...
Como se contrata em regime de emergência uma empresa de transporte que não tem um bicicleta sem se verificar a capacidade da realização dos serviços contratados?
Qual a razão que a emprese mesmo com o final do contrato, continuaria prestando os serviços sem receber?
Quanto custou o contrato das oito motos, quem são os proprietários, qual os serviços  prestados?
Quanto aos 04 carros pipas, se a seca predominou na cidade, por que 03 carros na zona rural, quais as rotas, quais as comunidades assistidas, qual a quilometragem, qual o valor, placa dos carros...
Pois é, ninguém teve dúvida, pois era o prefeito que estava na câmara, ladeado de toda cúpula governistas, ninguém queria ofender o patrão ao vivo, pois é dele o poder da caneta, sobretudo daquela que demite.


quarta-feira, 16 de maio de 2018

57ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de União dos Palmares





14 maio de 2018
Início: 19:40h
Presidida por Jailson Vicente
Assessoria: Lu Andrade
ATA aprovada sem discussão;
Falta: Rafael Pedrosa;

Expediente da semana

Projeto de lei 008/2018 que repõe salário do servidor público
Projeto de lei que cria a imprensa oficial do município;
Denúncias do vereador Ricardo Praxedes contra o prefeito o prefeito Areski de Freitas;  
Representação do vice prefeito contra o prefeito Areski de Freitas;  
  
Ordem do dia:
Oficio do vereador Cicero Aureliano solicitando a viabilização de um trator, a fim de ajudar na agricultura familiar;

Facultada a palavra
Netinho
Ofício de pesar para o;

Cícero Aureliano
Ofício parabenizando o prefeito por atender a guarda municipal, a fim de discutir o estatuto da categoria;
Ofício parabenizando o promotor e secretários envolvidos na retirada do lixão de União;
Informa que a secretária de saúde virar a câmara prestar contas dos primeiros meses de trabalho;

Caju
Repudia a falta de respeito do prefeito em não responder os ofícios e requerimentos da câmara;
Fala da ausência do governo na zona rural, sobretudo nas escolas

Ricardo Praxedes
Disse que foi proibido de entrar na SEINFRA;
Denunciou as situação das poucas ambulâncias do município, pois todos estão dezemplacadas;
  
Netinho
Justifica o reajuste salarial do servidor e defende o governo e consegue aplausos pela primeira vez;

Caju
Repudia o baixo índice do reajuste dado pelo prefeito

Ricardo Praxedes
Faz denúncias acerca da empresa Terra Nordeste que recebeu 730 mil reais em serviços não realizados na SEMED e no gabinete do prefeito;

Elvinho
Diz que o grupo independente continua independente;

Areski de Freitas
Diz responderá ao vice prefeito com uma representação criminal;
Fica triste em está na casa dessa forma;
Faz referência de seu trabalhos com a gestão passada: Fala da quantidade de lixo que encontrou a cidade, da organização realizada na feira livre, da organização do trânsito, dos serviços realizados na saúde, que a população deixou de reclamar, a educação melhorou, melhorou o transporte escolar, a merenda; Disse que fez todas as festividades, fala das promessas do governador, fala do encerramento do lixão, mas não sabe ainda como levar 40 toneladas de lixo diário para Pilar; fala dos projetos que estão paralisados por falta de licitação; 

Relação com o vice prefeito...
Disse que o vice prefeito foi o que mais teve espaço no governo na história, mas sempre teve inveja do prefeito, teve duas secretarias, noventa contratos, mas queria tirar o que gastou na campanha, aproximadamente um milhão, exigiu do Junior que comprasse pão de sua padaria e matérias de sua empresa; pressionou o SAAE para atender seu pedidos e vendeu saco vazio por um real cada para fazer a barragem; disse que acertou com a avante para usar suas máquinas e carros pipas; Em junho foi feito um comodato com as máquinas do vice, mas não como antes, trabalhando 24h;

Das denúncias...
Dos carros pequenos contratos sem prestar serviços: eram seis, mais todos trabalhavam;
Das oitos motos: São oitos moto taxistas que prestam serviços
Dos carros pipas e maquinas pesadas: “todas as máquinas pesadas foram locados a empresa ZA Trator, três carros pipas foram destinados a zona rural e um carro pertencia a ZA”, Vivian, proprietária da avante.
A gratuidade das máquinas do vice foi depois que encerou o contrato;

Facultada a palavra aos vereadores
Perguntou se a máquinas de ZA eram abastecidas no município;

Ailton Tenório
Se diz satisfeito acerca do abastecimento das máquinas

Alan Elvis
Parabeniza a vinda do prefeito e diz que não fará perguntas, diz que não é bom criar CEI, pois quem perde é a população;

Ricardo Praxedes
Questiona o laço de amizade do prefeito com Vitor Pontes, procurador da Avante, preso em operação do PF.
Como está pagando a avante após o término do contrato?

Cícero Aureliano
Parabeniza o prefeito e informa que o processo começou agora e se tiver que julgar, fará com imparcialidade, mas não fará questionamento agora...

Caju
Diz que fará seu trabalho, não será cobaia de ninguém; 
Questiona se existiam caçambas na folha de pagamento sem receber;

Alan Elvis: 
Parabeniza o prefeito e diz que não tem perguntas
  
Netinho
Diz que não precisa ser cobrado para atuar na câmara, pois já tem seu jeito de agir;
 Questiona como os documentos relacionados a empresa de locação estão nas mão do MP;
  
 Término da sessão: 23:20h