Páginas

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Perturbar “o sossego público” é considerado infração grave.

Se houver fiscalização em União o governo deverá encher os cofres




O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) regulamentou a multa por causa de som alto dentro do carro por meio da Resolução nº 624, aprovada na quarta-feira (19). A multa por som alto agora pode ser aplicada sem medidor de decibéis

Em União dos Palmares essa os famosos “paredões de som” tira o sossego da comunidade. Os religiosos reclamam do abuso do som próximos às igrejas, após toram duas doses de cachaças os proprietários dos sons automotivos não respeitos aos cultos religiosos, os idosos nem as pessoas doentes. Todos são obrigados a ouvir a baderna de baixa qualidade.

O Poder Judiciário já tentou inibir, via portaria de proibição, mas os comandos que passam por União fazem vista grossas e é motivo de chacota. Quando a polícia se aproxima os usuários desligam o som e logo após o afastamento da viatura o volume e duplicado.

Portanto, esperamos que agora o comando da polícia assim como os órgãos que defende meio ambiente faça valer a lei e coíbam os boyzinhos que acham que estão acima da lei. 

Nenhum comentário: