Páginas

domingo, 22 de maio de 2016

Há dois anos comunidade teve acesso ao suposto “mensalinho” na câmara de União

Comunidade não teve posição do MP sobre documento que a CEI não divulgou e Edmir Morais nunca explicou. Beto Baia hora repudiou, outrora negou. 



Os dados foram fornecidos pela Justiça de União dos Palmares. O documento foi encontrado da residência do ex-secretário Edmir Morais, resultado de uma busca e apreensão pela “CEI BETO BAIA” que não mostrou interesse na divulgação desse documento que  relaciona os vereadores, numero de cargos a disposição e suposto ‘jeton’ nas subvenções.

Documento divulgado:
Alan Elves (PV): cota 3* – R$ 3.620,00 + 3 assessores adicional de R$ 3.620;
Almir Belarmino (PSD): R$ 3.300,00 sem assessores;
Antonio Rosendo da Adefup (PTdoB):  R$ 3.300 + 3 assessores adicional de R$ 2.172,00; Benedito José dos Santos ‘Biu Crente’ (PRB): R4 3.300 + 5 Assessores adicional R$ 3,630;
Bruno Praxedes (PSDB): R$ 3.300,00 sem assessores, sem adicional;
Cicero Aureliano ‘Tita’: R$ 3.300,00 + 6 assessores R$ 4.720,00;
Fabian Holanda (PTB): R$ 3.300,00 mais 5 assessores adicional R$ 3.648,00;
Jailson Vicente (PTC): R$ 3.300,00 + 30 assessores adicional de R$ 21.720,00;
Joaquim Luiz de Brito (PPS):  R$3.300,00 4 assessores+ R$ 3.448,00;
Lucas Basilio (PRTB):  R$3.300 sem assessores e sem adicional;
Manoel Silva Manoel Peguinho’ (PT): R$ 3.300,00 + 4 assessores adicional de R$ 2.896,00;
Mario Soares Omena ‘Nego da Serra’ (PRTB): R$ 3.300,00 3 assessores adicional de R$ 2.548,00;
Paulo Cesar Felix (PMN): R$ 3.300,00 + 2 assessores adicional de R$ 1.448,00;
Dr. Paulo Cavalcante (PSB): R$ 3.300,00 + 5 assessores + adicional de R$ 6.172,00;
Rafael Pedrosa (DEM) R$ 3.300 + 2 assessores adicional de R$ 1.448,00
Edvan Correia (ex-coordenador político do executivo junto ao legislativo): R$ 3.300,00 + 10 assessores adicional de R$ 7.240,00.

Com a palavra Edmir Morais e MP.

  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POR MEDIDA DE SEGURANÇA, NÃO ACEITAMOS COMETÁRIOS ANÔNIMOS.