Páginas

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Câmara se cala e “prefeitos” de União investem fortuna em festa visando às eleições

Enquanto isso os postos de saúde não funcionam por falta de medicamentos e materiais de serviços 



Programação de festa
tira o foco das mazelas do  município
União dos Palmares chegou ao fundo do poço, ninguém sabe quem é o prefeito, mediante o entra e sai de gestores, cargos comissionados e enxuga gelo na prefeitura.

Os funcionários não têm a garantia de recebimento de salários, o comercio vende e não recebem dos gestores que se aproveitam da situação para não pagar o povo, como se o débito fosse da pessoa física. O município perde recurso mediante a não realização das obras canalizadas do governo federal.

Contudo, a maior catástrofe e omissão do governo estão nos serviços de saúde. Nas Unidades Básicas de Saúde – UBS os profissionais em sua maioria estão de braços cruzados devido à falta de medicamento e de materiais de serviços. Para fazer um curativo, por exemplo, o paciente tem que comprar tudo para ter a garantia da realização do procedimento.

Enquanto o município enfrenta essas dificuldades, prefeito e vice-prefeito travam uma disputa política na justiça disputando a “galinha dos ovos de ouro” visando o poder político e econômico e as eleições de outubro desse ano.

Sem levar em consideração a crise econômica moral e ética que vive o município, o prefeito interino Eduardo Pedrosa anunciou um investimento sem anunciar quanto nem de onde vai tirar para financiar duas noites de festa da padroeira de União. Até o momento não se sabe se o prefeito afastado Beto Baia reassumirá a prefeitura e se manterá esse compromisso firmado pelo prefeito interino, mas no mínimo imoral com a sociedade palmarina, principalmente o povo mais carente e doente que não tem um comprimido de pressão.

Portanto, independente de quem seja o prefeito de União, está na hora dos vereadores se pronunciarem acerca do assunto e provocarem o Ministério Público. Não se admite fazer festas politicas com recursos públicos enquanto o povo está morrendo a míngua com a ausência do governo. É necessário que saibamos quanto o governo Pedrosa e/ou Baia gastará com essas bandas e a origem dos recursos.
Com a palavra Eduardo Pedrosa, Beto Baia, Câmara Municipal, Ministério Público e Movimento camisinha Elege e Tira.

Nenhum comentário: